João Pessoa, 12 de junho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
MAISTV

Vereadores apoiam campanha do MPT

Comentários:
publicado em 12/06/2019 às 16h04
atualizado em 12/06/2019 às 20h33
Foto: Repórter Brasil

Os vereadores Marcos Henriques (PT) e Marmuthe Cavalcanti (PSD) estiveram presentes em uma ação contra o trabalho infantil, promovida pelo Ministério Público do Trabalho da Paraíba (MPT-PB), e se mostraram favoráveis às imposições que o MPT-PB anunciou na manhã desta quarta-feira (12). O órgão quer que as prefeituras municipais apresentem redução no número de crianças que trabalham ilegalmente no estado.

O vereador Marcos Henriques falou da importância do tema, e destacou uma frente parlamentar de proteção à criança e ao adolescente, de sua autoria, que tem como missão defender essas crianças do trabalho infantil e de exploração sexual.

“Eu recentemente lancei a frente parlamentar em proteção da criança e do adolescente, e nós estamos tentado e caminhando junto com a rede de proteção no sentido de criar leis que possam dar essa proteção à criança. A frente tem uma missão muito nobre”, comentou o vereador.

Para o parlamentar, a rede de proteção da criança e do adolescente tem tido uma ação muito proativa no estado.

O também vereador de João Pessoa, Marmuthe Cavalcanti (PSD), esteve presente na ação do MPT-PB e defendeu a bandeira de luta, que segundo ele, é sustentada por toda a Câmara Municipal.

“A gente tem uma identidade muito forte com essa bandeira de luta. Não é a toa que a Câmara Municipal apresentou inúmeros projetos. Existem muitas leis de nossa autoria voltadas para a causa da criança e do adolescente, garantindo e ampliando direitos e gerando dignidade e respeito”, ponderou.

Marmuthe também fez um pedido a toda a população, de que denunciem qualquer tipo de trabalho infantil ou de exploração contra crianças e adolescentes, através do Disque 100.

O dia 12 de junho é considerado o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil e o Ministério Público do Trabalho em todo o Brasil vem promovendo uma série de ações, em parceria com a ‘rede de proteção’, os Fóruns Estaduais e várias instituições parcerias.

Assista:

MaisPB

Leia Também