João Pessoa, 20 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Hildeberto Barbosa Filho

Poeta, escritor e professor da UFPB. Membro da Academia Paraibana de Letras. E-mail: hildebertobarbosa@bol.com.br

    20/01/2021
  • 08h14 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Poema e pedagogia

    Sempre acreditei na dimensão lúdica da relação ensino-aprendizagem. A sala de aula, para além das amarras das quatro paredes e dos compromissos da disciplina, constitui também uma esfera possível... Continuar Lendo

  • 13/01/2021
  • 06h52 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Que fizeste da vida?

    Era a pergunta que João Condé ( foto com Guimarães Rosa) fazia a seus pares, nos “Arquivos Implacáveis”, publicados na velha revista O Cruzeiro. Fosse-me dada a possibilidade de... Continuar Lendo

  • 06/01/2021
  • 06h53 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Poema e música

    Bebé de Natércio (foto) quer por quer gravar um CD com meus poemas musicados. Com seus parceiros, quer pôr melodia nos versos, e quer também que eu diga este... Continuar Lendo

  • 30/12/2020
  • 06h21 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    O meu Roland Barthes

    A revista Cult traz dossiê acerca de Roland Barthes, (foto) por ocasião do centenário de seu nascimento. Nada mais merecido. Barthes é um desses pensadores seminais, principalmente para aqueles... Continuar Lendo

  • 23/12/2020
  • 08h03 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Desejo e velhice

    O desejo não morre, e os velhos estão vivos! Vivos, com todos os seus desejos. Antes de entrar no assunto, deixe-me dizer-lhe, caríssimo leitor, que o amor é algo... Continuar Lendo

  • 16/12/2020
  • 06h52 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Paixões!

    Como conceber o mundo sem a música? – perguntava-se Artur Rubenstein (foto).  O mesmo poderia fazer Jorge Luís Borges, com a literatura; Maradona, com o futebol; Muhammadd Ali, com... Continuar Lendo

  • 09/12/2020
  • 08h15 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Clarice! (Para os que a amam)

    Kubitschek Pinheiro, assim você me enlouquece! Clarice não é uma rua, uma avenida, uma esquina, uma praça, um bairro nem uma cidade. Nem um país nem um planeta. Clarice... Continuar Lendo

  • 02/12/2020
  • 08h05 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Tantas, as doenças!

    Primeiro, foi uma coqueluche das brabas. Quase inviabilizava minha estada nesse mundão de meu Deus. Tinha eu de 3 pra 4 anos, segundo minha mãe, e só me salvei,... Continuar Lendo

  • 25/11/2020
  • 06h38 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Corpo e memória

    É verdade: meu corpo possui uma memória, uma memória que não depende de minha vontade. O filósofo Henry Bergson teorizou, em detalhes, os meandros imponderáveis desta memória; Marcel Proust... Continuar Lendo

  • 18/11/2020
  • 07h45 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Cariri e beleza

    A beleza não é um conceito nem é um dogma. Nada na beleza é fixo, e como todas as coisas e todos os atributos, a beleza é histórica, ou... Continuar Lendo

  • 11/11/2020
  • 06h49 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Poema e pedagogia

    Sempre acreditei na dimensão lúdica da relação ensino-aprendizagem. A sala de aula, para além das amarras das quatro paredes e dos compromissos da disciplina, constitui também uma esfera possível... Continuar Lendo

  • 04/11/2020
  • 05h54 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Autores reais, livros imaginários

    Certos autores existem e são reais; certos livros não existem e são imaginários. Esses autores poderiam muito bem escrevê-los. Por exemplo: W. J. Solha, valendo-se da vastidão e da variedade... Continuar Lendo

  • 28/10/2020
  • 06h05 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Meu cavalo Baudelaire

    Rudado, arisco, arredondado, troncadinho; lépido, ligeiro, baixinho, baixeiro… É assim o meu cavalo Baudelaire (foto) , único bem que preservei depois que me desfiz (eu e meus irmãos) da... Continuar Lendo

  • 21/10/2020
  • 06h02 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    A mais forte impressão!

    Tia Dona enviuvou logo cedo. Nem contava trinta anos nem tivera filhos. Desde então, nunca mais saiu de casa; sequer se achegava à janela para espiar o sossego da... Continuar Lendo

  • 14/10/2020
  • 06h07 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Cidades mágicas

    Se as cidade, em si mesmas, não são mágicas, pois dotadas da tangibilidade irredutível do real, mágicas podem ser, não obstante, para esse ou aquele habitante que delas guarda... Continuar Lendo

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!