João Pessoa, 01 de junho de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
FLAGRA

BOMBA: Conversa entre Cássio e seu tio pode promover reviravolta em CG

Comentários:
publicado em 01/06/2012 às 20h00

O jornalista Júnior Gurgel trouxe em sua coluna no MaisPB desta sexta-feira (01) revelações bombásticas dos bastidores da família Cunha Lima sobre os planos para a Prefeitura de Campina Grande. Segundo o comunicador, Cássio Cunha Lima e seu tio Fernando Catão foram flagrados em uma conversa bastante íntima sobre o processo, debatendo, inclusive, a possibilidade da retirada do nome de Romero Rodrigues da disputa.

Segundo foi captado da conversa (que aconteceu durante entrega de comenda por parte de Cícero Lucena ao dono do sistema Paraíba de Comunicações, José Carlos da silva Júnior), o fato de Ricardo Coutinho ter “escanteado” Cássio nos últimos meses despertou a ira do Conselheiro do Tribunal de Contas. O estopim para Catão foi ter sabido, por um dos presentes, que o governador havia feito um pronunciamento de 10 minutos sobre Campina Grande, citando Rômulo 15 vezes e Cássio nenhuma.

“É a gota d’água!, bradou Fernando Catão, antes de olhar para Romero Rodrigues e avisar: “Vamos retirar sua candidatura”.polêmica determinação ia parar por ali, Catão ainda disparou, diante de Cássio: “Iremos indicar Tovar como vice de Daniella”. Em meio a um silêncio angustiante que tomou a todos, Catão emendou: “Estou errado Cássio?”.

Para a maior surpresa de todos, Cássio não rebateu as duras declarações do tio, chegando sugerir em seguida: “Pode ser Bruno (Cunha Lima), afinal Tio Ivandro…”. Antes de completar a frase, foi interrompido por Catão: “Também sou seu tio-irmão e confessor”.

O jornalista, além de dar detalhes a conversa, coloca no final de sua coluna qual acredita ser o objetivo do surpreendente plano dos Cunha Lima.

Confira na integra, clicando AQUI.

MaisPB
 

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também