João Pessoa, 22 de junho de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Hildeberto Barbosa Filho

Poeta, escritor e professor da UFPB. Membro da Academia Paraibana de Letras. E-mail: hildebertopoesia@gmail.com

    22/06/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Começos de romance

      Vou voltar ao tema do começo. Em Valeu a pena (2019), há uma crônica cujo título é “Começar é tudo”, em que procuro abordar as aflições e angústias... Continuar Lendo

  • 15/06/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Antônio Mariano e o romance

    Antônio Mariano intervém decisivamente na vida literária. Com seu “Tome poesia, tome prosa”, vem abrindo espaço para as múltiplas vozes da literatura brasileira contemporânea, num ambiente cultural que congrega... Continuar Lendo

  • 08/06/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    O mestre Ascendino Leite

    Mestre do jornal literário era Ascendino Leite. Ensaísta, crítico, romancista e poeta, depois dos 80, com vasta e variada temática lírica, é no jornal, contudo, que expressa melhor sua... Continuar Lendo

  • 01/06/2022
  • 09h30 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Livros inacabáveis

    “Há livros que se abandonam ∕ para nunca terminarem”, eis o que afirmo em lugar de perguntar, tomando as palavras do poeta gaúcho Fabrício Carpinejar, (foto) a partir de... Continuar Lendo

  • 25/05/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Curiosidades de Zé Américo

      Lendo uma entrevista dada por José Américo de Almeida a Homero Senna, na Revista do Globo, número 474, de 8 de janeiro de 1949, e depois inserida no... Continuar Lendo

  • 18/05/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Livros antigos

    Um dos meus grandes prazeres de leitor é compulsar livros antigos, desses que ninguém lê mais, e que certos alfarrabistas, na fidelidade a hábitos que ninguém mais cultiva, guarda-os... Continuar Lendo

  • 11/05/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Certos livros, como lê-los?

    Se for livro de poemas, sim, porque não existe livro de poesias. A poesia é uma experiência dos sentidos. Ainda não é linguagem, não é forma, não é representação.... Continuar Lendo

  • 04/05/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Versos e cidade

    “Para se ter uma cidade, é preciso estar longe dela”. Com estes versos, inicio o movimento VIII do poema A comarca das pedras, de 1997. O paradoxo de base... Continuar Lendo

  • 27/04/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    O prazer das listas!

    Lista. Toda lista é falha, subjetiva, precária e lacunar. Poderia arrolar outros atributos para demonstrar que a lista, qualquer lista, não tem sustentabilidade nenhuma, a não ser o prazer... Continuar Lendo

  • 20/04/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    A árvore de Augusto

    Leitor de Augusto, sempre imaginei o Eu como uma árvore esplêndida e frondosa, espécie de sombrio tamarindo de muitas desventuras. Se árvore, portanto, as raízes estão fincadas no húmus... Continuar Lendo

  • 13/04/2022
  • 06h38 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Poema e leitura

    Vou partir da ideia de Silvia Kohan, colhida em Os segredos da criatividade, mais ou menos nestes termos: O escritor é antes de tudo um leitor. Por trás de... Continuar Lendo

  • 06/04/2022
  • 06h40 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Sonhos e signos

    A montanha era enorme, mais de dois mil metros de altura. Feito homem aranha, porém, sem os fios mágicos com seus mágicos adesivos, eu a escalava completamente solto em... Continuar Lendo

  • 30/03/2022
  • 07h00 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Boa sorte, candidato!

      Se você é candidato ou candidata à próxima vaga da APL – Academia Paraibana de Letras -, por gentileza, não me peça o voto. Seu pedido certamente vai... Continuar Lendo

  • 23/03/2022
  • 08h19 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Cuidado com as palavras!

    As palavras são como as pessoas: nascem, crescem e morrem. Possuem, portanto, uma história que pressupõe, por sua vez, origem, desenvolvimento, uso e desuso, conforme o primado das circunstâncias... Continuar Lendo

  • 16/03/2022
  • 06h50 COLUNA - Hildeberto Barbosa Filho

    Três poemas

      Raízes Na verdade, nunca saí dali. Se fui a Paris e a seus tormentos, foi no navio do sonho. Minha capital é aquela pedra que me vigia desde... Continuar Lendo