João Pessoa, 13 de maio de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
estudante assassinada

Caso Mariana: justiça ouve testemunhas, mas adia depoimento de acusado

Comentários:
publicado em 13/05/2022 às 19h17
atualizado em 13/05/2022 às 16h19
A- A+

A Justiça deu início nesta sexta-feira (13) à primeira audiência de instrução do caso Mariana Thomaz, estudante de medicina assassinada dentro de um apartamento no bairro Cabo Branco, em João Pessoa, no início de março.

A audiência de hoje aconteceu de forma hibrida. Parte dos presentes estavam no Fórum e os demais participaram por videoconferência. A Justiça ouviu os depoimentos das testemunhas. O acusado do crime, empresário Johannes Dudeck, será ouvido na próxima semana.

Cinco testemunhas de acusação e seis de defesas foram arroladas no processo. Apenas duas testemunhas de defesa foram ouvidas.

A audiência foi suspensa pela juíza Francilucy Rejane de Sousa, e os demais depoimentos, incluindo o do acusado, ficaram para o dia 20 de maio. Denunciado por estupro e feminicídio da estudante Mariana Thomaz, Johannes Dudeck está preso desde o dia do crime, ocorrido no dia 12 de março, na capital paraibana.

MaisPB

MaisTV

Campina Grande terá o segundo maior hospital do Nordeste

- 20/05/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas