João Pessoa, 23 de setembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ELEIÇÕES 2022

Quem não seguir o projeto deve deixar governo, diz João

Comentários:
publicado em 23/09/2021 às 17h54
atualizado em 23/09/2021 às 16h44
A- A+

O governador João Azevêdo (Cidadania) mandou um recado nesta quinta-feira (23) aos partidos aliados que pretendam disputar o governo nas eleições 2022.

Em entrevista à Rádio 98 FM, em João Pessoa, o gestor disse que respeita e não vai interferir nas definições partidárias, mas sugeriu que quem não estiver alinhado a seu projeto político deixe o governo. O gestor foi questionado sobre recente sugestão do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, de uma pré-candidatura da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) ao governo no próximo ano.

“Eu respeito a autonomia dos partidos, principalmente dos que estão na base. Na vida, todos nós sabemos que as nossas decisões levam a ônus e bônus, tem consequências. Se você imaginar que um partido, seja o da vice-governadora (Lígia Feliciano) ou de qualquer outro da base que queria pela independência, que tem o partido lançar outro projeto, naturalmente essas pessoas vão procurar o seu caminho”, argumentou o chefe do Poder Executivo estadual.

Ainda falando do assunto, o político soltou indiretas ao afirmar que tem pessoas que estão “acostumadas a interferências” coisa que ele não fará “aos partidos dos outros”.

“As pessoas têm autonomia para tocar os seus projetos e, evidentemente, se eu achar que vai afetar o que estamos desenvolvendo essas pessoas estão fora do governo”, enfatizou.

João também falou dos projetos individuais dentro de seu projeto como a tentativa de viabilização de pré-candidaturas para outras vagas na chapa majoritária como senador e vice-governador. Ele considerou natural essa a disputa, mas salientou que “nenhum tem aval do governador”.

MaisPB

MaisTV

Prioridade é eleger Aguinaldo para o Senado, diz Ciro Nogueira

VÍDEO - 20/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas