João Pessoa, 16 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Marcos Pires é advogado, contador de causos e criador do Bloco Baratona. E-mail: marcos@piresbezerra.com.br

Nós somos bacanas

Comentários:
publicado em 16/01/2021 às 08h05
A- A+

Temos que nos orgulhar; somos um dos povos mais educados do Brasil. Se alguém coloca um pé na faixa de pedestres (foto) imediatamente freamos nossos veículos e deixamos o cidadão que caminha exercer sua prioridade. Quando pedem uma informação somos solícitos e prestativos. Se o caso for um determinado endereço e estivermos num grupo, cada qual que queira ensinar como chegar ao destino da maneira mais fácil possível. Já presenciei Nerivan pedir que o seguissem porque ele iria passar pelo endereço procurado. Agora vá tentar atravessar uma avenida ou pedir uma informação nas grandes capitais para ver a miséria.

Temos que nos orgulhar de sermos um povo limpo. É muito comum assistir aos donos de cães recolhendo os cocôs de seus cachorrinhos nas calçadas e praças, depositando depois nos locais adequados. Saem de casa já com seus saquinhos plásticos para essa finalidade, mas quando esquecem outros emprestam. Também é raro ver alguém lanchando em automóveis ou em público e após terminar o lanche jogar embalagens e latas no meio da rua.

Os que fazem isso não são daqui ou não moraram tempo suficiente entre nós para aprenderem regras básicas de educação.

Temos de nos orgulhar da nossa solidariedade. Esta pandemia mostrou como ajudamos os mais carentes doando comida, como fomos complacentes com as secretárias domésticas, como dividimos com amigos as máscaras cirúrgicas e o álcool em gel quando eles estavam escassos no mercado.

Fazemos tudo isso porque somos bacanas. Somos assim sem necessidade de intervenção dos políticos, que às vezes enxergam nos serviços que devem nos prestar uma forma de levar “algum”. Mas há momentos em que povo e poder andam juntos. E aí tudo flui maravilhosamente.

Um exemplo muito simples do que digo é a proibição do trafego de automóveis à beira mar entre as 5 e 8 da manhã para atividades físicas. Foi o povo que impôs e o governo teve que engolir. Ver a SEMOB assumindo essa luta é gratificante, principalmente porque mesmo mudando o prefeito, aqueles cuidados que se iniciaram com Batinga e depois seguiram com Adalberto e Wallace estão continuando na nova administração.

Somos um povo sábio e educado. Portanto, senhores políticos, ouçam sempre o povo e errarão menos.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!