João Pessoa, 04 de dezembro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração e atual presidente da Academia Paraibana de Ciência da Administração. E-mail: admmariotourinho@gmail.com

Os caras que são a cara de PROCONs

Comentários:
publicado em 04/12/2020 às 10h23
A- A+

PROCONs está aqui no plural porque além de constituir-se em sigla do Programa de Defesa do Consumidor existente em várias cidades, a exemplo de João Pessoa, corresponde, também, às Curadorias que com mesma finalidade funcionam especialmente no âmbito do Ministério Público Estadual.

Tão importante são esses órgãos para a população em geral que, conforme o desempenho de seus dirigentes principais (seja secretário, gerente ou coordenador), estes, quando atuam com eficiência acima da média, ficam vistos pela própria população como “os caras que são a cara de PROCONs”!

O exemplo mais recente desse “cara com a cara do PROCON” é, sem dúvida, o ainda vereador Helton Renê, personalidade esta que, mesmo tendo obtido mais votos, na recente eleição municipal pessoense, que outros dez candidatos exitosos, não foi reeleito face aos critérios normativos do vigente processo eleitoral brasileiro.

Um outro exemplo desses “caras com a cara de PROCONs” é o austero e competente promotor de justiça Glauberto Bezerra. Significa, pois, mais um nome que, quando se fala em “defesa do consumidor”, logo vem à lembrança!
Escrevo a respeito desses notáveis bem aplaudidos por suas atuações na defesa do consumidor porque recentemente comigo esteve um amigo que tem atuação em prol de comunidades pessoenses, Jamacyr Mendes, e me perguntou “como e onde está aquele cara que é a cara do PROCON?”. Busquei mais informação para oferecer minha resposta, questionando: – de qual cidade?!…

O próprio Jamacyr foi logo me chamando a atenção com o esclarecimento de que “Tou me referindo ao vereador Helton Renê, não, porque sei que ele é realmente especialista em direito do consumidor e teve atuação marcante no PROCON daqui de João Pessoa, mas seu foco principal é a Câmara de Vereadores, que deve ter sido reeleito.

Correto?”. E continuou: “Refiro-me àquele promotor de justiça do Estado!”. E aí fui eu que complementei: – Dr. Glauberto Bezerra!… Jamacyr enfatizou:: – “Sim! É ele mesmo!… Tem estado com ele?”.

Antes de informar a Jamacyr que durante este quase um ano de pandemia não estive com Dr. Glauberto, disse-lhe que Helton Renê não foi reeleito. Jamacyr ficou surpreso e perguntou qual foi sua votação. Informei: 4 mil votos. “O que?! Com 4 mil votos e não foi eleito?!” – exclamou Jamacyr.

Como eu disse no começo destes escritos, há pessoas que atuam com tanto empenho e competência em determinados órgãos que a população guarda-as como “os caras que são as caras dessas instituições”!

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!