João Pessoa, 29 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
isolamento

João: “Teremos maior restrição na circulação”

Comentários:
publicado em 29/05/2020 às 22h00
atualizado em 30/05/2020 às 07h02
A- A+
Reunião ocorrida entre o prefeito Luciano Cartaxo e o governador João Azevêdo em 08 de maio

O governador João Azevêdo (Cidadania) e prefeitos da Região Metropolitana de João Pessoa decidiram endurecer as medidas restritivas para tentar baixar a curva de contaminação do novo coronavírus a partir da próxima segunda-feira (01). Além da Capital, a medida valerá para Cabedelo, Santa Rita, Bayeux e Conde.

No início da tarde, o prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo (DEM), disse durante entrevista à Rádio Correio que seria implantado o “lockdown”. O governador João Azevêdo, porém, manteve cautela ao usar o termo.

Através do Twitter, Azevêdo escreveu que, “o que vai ocorrer, é uma maior restrição da circulação de pessoas e veículos nas ruas tendo em vista o aumento vertiginoso do número de casos da Covid-19 nessas cidades e a possibilidade do colapso no nosso sistema de saúde”.

O governador também encaminhou um vídeo ao Portal MaisPB para esclarecer as medidas.

O que dizem prefeitos que participaram da reunião 

Prefeitos ouvidos pela  reportagem do Portal MaisPB, informaram que barreiras serão instaladas em vias das cidades, sendo diferente a aplicação em João Pessoa, devido ao maior tamanho territorial dos demais municípios.  Também haverá deverá haver o rodízio de veículos, divido entre placas pares e ímpares.

Entre os dias 01 e 04 de junho a fiscalização será feita de forma educativa.  Em seguida, a partir da próxima quinta-feira (05), será de forma mais efetiva. Segundo o prefeito Vitor Hugo, de Cabedelo, forças de segurança ficarão responsáveis por fiscalizar.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!