João Pessoa, 27 de setembro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
pedido

Gilmar pede retirada de porte de armas de Janot

Comentários:
publicado em 27/09/2019 às 16h20
atualizado em 27/09/2019 às 17h06
A- A+

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, pediu a retirada do porte de armas do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A solicitação aconteceu nesta sexta-feira (27), após o ex-PGR admitir que já teve intenção de matar o ministro e se suicidar em seguida.

Mendes também pediu que Janot seja impedido de entrar no tribunal.  Antes da entrevista, Janot havia feito a revelação em um livro, mas o relato não identificava o ministro.

Em conversa com jornalistas, o ex-procurador mencionou Mendes. “Cheguei no meu limite, fui armado. Minha idéia era que eu ia dar um tiro na cara dele e depois ia me suicidar. Quando chego na sala do Supremo, ele estava. Tirei, engatilhei e fui para cima dele”, relatou.

Gilmar Mendes lamentou o fato em nota. “Por um bom tempo, uma parte do devido processo legal no país ficou refém de quem confessa ter impulsos homicidas”, disse em trecho do documento, onde o ministro também afirmou estar surpreso com a declaração, além de recomendar ajuda psiquiátrica.

MaisPB

MaisTV

Governador entrega mais de 100 ônibus para transporte escolar

EDUCAÇÃO - 01/07/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas