João Pessoa, 18 de julho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Cruz Vermelha

Estado cria comissão para apurar contratos

Comentários:
publicado em 18/07/2019 às 07h17
atualizado em 18/07/2019 às 06h48
Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa

A Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba instaurou, nesta quinta-feira (18), uma comissão para apurar eventuais irregularidades nos contratos firmados com a Cruz Vermelha gaúcha, responsável por gerir o Hospital de Trauma de João Pessoa na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). A informação está na página 4 do Diário Oficial do Estado de hoje.

“Instaurar Tomada de Contas Especial para apuração dos fatos relativos aos contratos de gestão 061/2012 e 223/2017 firmados pela Secretaria de Saúde e a Organização Social Cruz Vermelha Brasileira filial Rio Grande do Sul, para apuração de eventuais irregularidades e identificação dos responsáveis, quantificação do dano e obtenção do ressarcimento ao erário”, diz a portaria.

A comissão será formada por três servidores e tem o prazo de 90 dias para para realização dos trabalhos e apresentação de Relatório conclusivo.

O contrato do Estado com a Cruz Vermelha acabou no mês passado e não foi renovado pelo governador João Azevêdo (PSB). O servido na unidade agora é de responsabilidade do Instituto Acqua.

A atuação da Cruz Vermelha na Paraíba é investigada pelo Ministério Público no âmbito da Operação Calvário.

O Governo do Estado também abriu o mesmo procedimento para apurar os contratos com a Organização Social Instituto de Gestão em Saúde – Gerir, que administra o Hospital de Taperoá e a Maternidade Dr. Peregrino Filho e o Complexo Hospitalar Regional, em Patos.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também

error: Conteúdo protegido!