João Pessoa, 19 de junho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo, já atuou na administração pública federal, estadual e municipal. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração, presentemente exerce as funções de presidente da APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração). Contato: diretorexecutivoaetc@yahoo.com.br

Zelo pelos Parlamentos

Comentários:
publicado em 19/06/2019 às 10h47

Reporto-me especialmente aos vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores, deste Brasil. Mas, é claroque o foco mais específico sejam os parlamentares paraibanos, desde os vereadores de nossos 223 municípios aos 36 deputados estaduais, 12 deputados federais e 3 senadores.

Cabe, entretanto,mais aprofundamento nessa especificidade  para que melhor me reporte aos parlamentares que, pelas próprias circunstâncias, ficam (porque aqui atuam) bem mais visíveis, ou seja, vivem mais próximos de seus eleitores: os vereadores e os deputados estaduais. E é compreensível que menos exijamos de nossos 12 deputados federais, nessa conclamação de zelo pela Câmara Federal, vez que compõem um universo de 513 parlamentares.Idem idem em relação aos nossos 3 senadores que integram um Plenário de 81 componentes.

Quem mais pode e deve zelar pelos respectivos Parlamentos são os próprios parlamentares, tudo fazendo para que cada uma dessas Casas Legislativas seja realmente acreditada e respeitada pelo povo. Do contrário, não apenas os Parlamentos como instituições, mas todos seus integrantes caemno descrédito e em relação aos mesmos são lançadas expressões tipo “todo político calça 40” ou “eles só cuidam de seus próprios interesses”!

Quem, como eu, acredita e quer viver em uma Democracia,esta obviamente fundada na independência e harmonia entre seus três Poderes, deseja, sobretudo, um Legislativo bem atuante e consequentemente muito acreditado e respeitado pela população.

Estas considerações que aqui exponho foram-me instigadas porque não considero como um bom exemplo,para a Assembleia Legislativa do Estado, essa troca de farpas divulgada na terça feira, dia 18, entre o deputado Cabo Gilberto e a deputada Estela Bezerra, inclusive com acusação de que se falta ao trabalho na AL/PB.

Precisa que essa má imagem referente aos Legislativos seja mudada! E só os próprios parlamentares, mediante atuações éticas e realmente reveladoras de que atuam para o bem coletivo, inclusive “batendo ponto”, com suas presenças, nas diversasreuniões (ordinárias, extraordinárias,audiências públicas ou especiais) que seus respectivos Parlamentos realize. Aí, sim, terá fim essa má imagem de que “todos calcem 40” ou de que “só cuidem de seus interesses pessoais”!.

Leia Também