João Pessoa, 16 de março de 2018 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
vício

Fumar aumenta em 60% a chance de ficar surdo

Comentários:
publicado em 16/03/2018 às 10h48
atualizado em 16/03/2018 às 07h49
A- A+

Você já parou para associar o cigarro com sua audição? Não? Pois um estudo realizado pelo Centro Nacional de Saúde e Medicina Global do Japão revelou que pessoas que fumam têm 60% mais chances de ficarem surdas, em comparação a pessoas que não fazem uso do cigarro.

O estudo foi executado ao longo de oito anos, com mais de 50 mil pessoas. Nele, foram analisados exames de saúde, testes de áudio e estilos de vida. Em particular, foram analisados os efeitos do status de tabagismo, o número de cigarros fumados por dia e a duração da cessação do tabagismo na perda auditiva.

“Com um grande tamanho de amostra, longo período de acompanhamento e avaliação objetiva da perda auditiva, nosso estudo fornece fortes evidências de que fumar é um fator de risco independente de perda auditiva. Esses resultados fornecem evidências fortes para sustentar que o tabagismo é um fator causal para a perda de audição e enfatizar a necessidade de controle do tabaco para prevenir ou atrasar o desenvolvimento da perda auditiva”, comentou o autor do estudo, Dr. Huanhuan Hu, ao jornal britânico Mirror.

Diário de Pernambuco

MaisTV

Paraibanos relatam prejuízos com a alta da inflação

alimentos caros - 16/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas