João Pessoa, 28 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Invasão

Pabllo Vittar tem canal hackeado e foto de Bolsonaro no perfil

Comentários:
publicado em 28/08/2017 às 14h53
atualizado em 28/08/2017 às 12h49
A- A+
Foto: Instagram

Com 2 milhões de inscritos no Youtube, Pabllo Vittar teve seu canal hackeado na madrugada desta segunda-feira (28). Os invasores deletaram o vídeo “K.O”, e deixaram apenas no ar os sucessos “Nêga” e “Open Bar”. Além disso, sua foto do perfil foi trocada por uma do deputado federal Jair Bolsonaro no alto da página.

No Twitter, os admiradores da drag queen, que descarta uma mudança de sexo, criaram a tag #todoscompabllovittar e alcançaram o primeiro lugar nos trends topics. Nas redes sociais, os fãs deixaram mensagens de apoio à famosa e se mostraram revoltados com a situação.

“Essa intolerância, essa falta de empatia, de respeito precisa acabar! A volta vai ser linda”, “Estamos juntos nessa, o que foi conquistado ninguém tira, apenas Deus”, “É horrível perceber o quanto a maldade e o ódio se espalharam”, “Meu Deus! Têm cabecinhas precisando de tratamento pra lidar com o sucesso de um ícone brasileiro, né?”, “Dá a volta por cima e mostra que nada, nem ninguém, vai te destruir! Você nasceu pra ser estrela no mundo!”, foram alguns dos comentários deixados para a intérprete do hit “A Sua Cara”.

Dentre as canções excluídas estão K.O com mais de 120 milhões de visualizações e Open Bar, hit inspirado depois de uma traição. No início do mês, “Todo Dia” foi removido após Rico Dalasam pedir revisão de remuneração de direitos autorais.

Foto: Purepeople

Purepeople

MaisTV

Carreta tomba em curva na Serra de Santa Luzia no Sertão

vídeo - 17/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas