João Pessoa, 26 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
canoagem

Após bronze, Isaquias se garante em mais uma final ao lado de Erlon

Comentários:
publicado em 26/08/2017 às 11h39
A- A+

Depois de comemorar a medalha de bronze na prova individual da canoa, Isaquias Queiroz retornou para a água e garantiu mais uma vaga na final do C2 1000m ao lado de Erlon de Souza, neste sábado, em Racice, na República Tcheca. A dupla brasileira cruzou a linha chegada em primeiro lugar na semifinal depois de uma briga boa com os romenos Victor Mihalachi e Leonid Caro pela ponta da bateria. Mesmo com o ritmo intenso de disputas, o baiano de Ubaitaba não quer poupar esforços na busca por uma medalha ao lado do parceiro.

– No Mundial eu já ganhei uma medalha. Independente se foi um bronze, qualquer medalha é importante para um atleta. E agora quero que Erlon também ganhe uma. Já conseguimos ir para final, que era nosso objetivo. Agora vamos tentar dar o máximo.

Como foi a prova?

Isaquias e Erlon começaram dosando a velocidade e na primeira metade deixaram a dupla da Romênia liderar a prova. Nos últimos 200m, os dois intensificaram as remadas e conseguiram ultrapassar os adversários para terminar a bateria com o melhor tempo: 3m43s435. Victor Mihalachi e Leonid Caro vieram logo depois e fizeram 3m44s219. Adrien Bart e Loïc Leonard (3m44s597), da França, ficaram em terceiro e também garantiram uma vaga na final.

– Se observarmos a eliminatória, o barco não estava tão entrosado. Nosso objetivo foi sentir o barco e conforme ele foi deslizando encaixado, vimos que poderíamos fazer o melhor no final. Fomos dosando a prova no limite, sabendo que iríamos alcançar eles se fosse necessário. No final conseguimos subir, encaixar o barco e vencer a semifinal – explicou Erlon.

Globoesporte.com