João Pessoa, 10 de abril de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
'inovação'

Flanelinha ‘vende’ parte de rua por R$ 2,5 mil na internet

Comentários:
publicado em 10/04/2015 às 09h01
atualizado em 10/04/2015 às 10h04

Flanelinhas reservam e até vendem áreas de estacionamento nas ruas do Setor Central, em Goiânia. Na internet, um homem anuncia a venda de um espaço de 50 metros quadrados na Avenida Goiás, que é usado como estacionamento de motocicletas. O preço pedido pela área é de R$ 2,5 mil.

Questionado sobre o anúncio, o flanelinha confirma a tentativa de venda de uma área pública. “Fui eu que anunciei. Eu estou passando o lugar que eu trabalho”, disse. Ao todo, a área tem espaço para 21 motocicletas. Os motoristas precisam pagar para deixar o veículo nesse trecho da rua.

Já na via que contorna a Praça Cívica, uma das três faixas foi bloqueada pelos flanelinhas e se transformou em estacionamento. Para conseguir deixar o carro no local, é preciso pagar o chamado “cafezinho”. As vagas são demarcadas com cones. “Aqui não pode andar sem dinheiro agora não. Fica difícil para estacionar agora aqui [se não pagar]”, diz um dos guardadores.

Para garantir a vaga todos os dias, tem motorista que paga por mês. Quando o “dono” da vaga chega, o flanelinha retira imediatamente o cone que reserva o espaço. “Tem gente que estaciona aqui há 15 anos comigo”, relata. Em determinados casos, o “cafezinho” pode chegar a R$ 40 por semana.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMT) informou que aumentou a fiscalização na região. Apesar dos flagrantes, o órgão disse que agentes ficam no local durante todo o dia.

G1

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também