João Pessoa, 02 de maio de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
APÓS TREINO

Nadador medalhista em Pequim morre após parada cardíaca

Comentários:
publicado em 02/05/2012 às 09h36
A- A+

Campeão mundial de natação e medalha de prata em Pequim-2008, o norueguês Alexander Dale Oen, de 26 anos, morreu na noite desta segunda-feira após sofrer uma parada cardíaca. De acordo com a Federação de Natação da Noruega, o nadador foi encontrado morto no chuveiro depois de um treino na cidade de Flagstaff, no Arizona, Estados Unidos.

Dale Oen foi medalhista de para nos 100m peito em Pequim e conquistou o título mundial da prova em Xangai, no ano passado.

– Estamos todos chocados – disse o técnico da equipe norueguesa, Petter Loevberg. – Nossas condolências vão principalmente para a sua família, que perdeu Alexander cedo demais.

Dale Oen foi campeão mundial apenas três dias depois do massacre praticado pelo extremista Anders Breivik, que matou 77 pessoas, incluindo crianças, em um acampamento de verão em Oslo. O nadador havia dedicado a sua vitória às vítimas e subiu ao pódio com uma bandeira da Noruega pendurada no seu boné.

– Temos que ficar unidos. Todos estão paralisados com o que aconteceu, mas foi importante para mim simbolizar que mesmo aqui na China estou sentindo a mesma dor – disse na ocasião.

Sua morte dominou o noticiário na Noruega.

– Alexander Dale Oen foi um grande esportista de um pequeno país. Meus pêsames para a família e seus amigos – disse o primeiro-ministro norueguês, Jens Stoltenberg.

A equipe de natação da Noruega está no Arizona se preparando para os Jogos Olímpicos. De acordo com a federação, o grupo fez apenas um treino leve na segunda e depois jogou golfe. Mas os jogadores ficaram preocupados quando perceberam que Dale Oen estava mais tempo do que o normal no chuveiro. O grupo ainda tentou reanimá-lo, mas não conseguiu salvar o nadador.

– Tudo foi feito de acordo com os procedimentos. Tentamos de tudo. É imensamente terrível o que aconteceu e duro de aceitar – disse o médico da equipe, Ola Roensen.

Dale Oen é o segundo atleta a morrer recentemente de parada cardíaca. Há duas semanas, o italiano Piermario Morosini, jogador de futebol do Livorno, também faleceu após passar mal durante um jogo pela Série B da Itália. No mês passado, o meia Fabrice Muamba, do Bolton, também teve uma parada cardíaca, mas sobreviveu e já deixou o hospital.

O Globo
 

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!