João Pessoa, 14 de junho de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Médico. Psicoterapeuta. Doutor em Psiquiatria e Diretor do Centro de Ciências Médicas da Universidade Federal da Paraíba. Contato: [email protected]

Doutorado na USP sem sair de casa

Comentários:
publicado em 14/06/2022 às 07h00
atualizado em 13/06/2022 às 15h53

Para além de uma apresentação, tudo tinha motivos de festa. Para mim, na condição de Diretor do Centro de Ciências Médicas, da Universidade Federal da Paraíba, era momento de extrema alegria, comparecer numa manhã de sexta-feira, ainda chuvosa, para a solenidade de apresentação do mais novo curso de pós-graduação da UFPB.

O prazer se fazia pela importância do curso, e, muito mais, por haver, o convênio, sido celebrado em cooperação com a Universidade de São Paulo, nossa USP, “a maior e mais importante universidade pública do Brasil, uma das mais importantes da Ibero-América, do mundo lusófono e uma das mais prestigiadas em todo o mundo”. Não são minhas as palavras elogiosas, estão  na descrição da Wikipedia sobre a Universidade de São Paulo.  A USP (foto), é uma das casas do saber do nosso país, e trazer parte dessa casa, da sua cultura e dos seus mais de 200 programas de mestrado e doutorado, para nossa casa, era motivo de regozijo, sim.

Amparados no Programa de apoio à realização de cursos de pós-graduação stricto sensu interinstitucionais para a rede federal de educação profissional e tecnológica, da CAPES e Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, do Ministério da Educação; trouxemos o Dinter em Cardiologia que se encontra no terceiro ano, cujos doutorandos, trazem, junto aos seus projetos, alunos de iniciação científica do Curso de Medicina, disseminando o interesse e criando um ambiente de cultura pela pesquisa.

Foi inspirado nessa experiência bem-sucedida, que veio a possibilidade de articular o Projeto de Cooperação Interinstitucional, para o desenvolvimento de um Programa de Doutorado em ciências da gastroenterologia, tendo como Universidade promotora a USP e como Universidade receptora a UFPB, através do Centro de Ciências Médicas.

Trata-se  de chance única; além do que representa, e da importância que tem, de um programa como esse para a gastroenterologia do nordeste, e, especialmente, para a Paraíba. Quanto de método e de inspiração para a pesquisa poderá nos trazer, com a existência de novos profissionais aptos, tanto a pesquisarem com autoridade, quanto a desenvolverem programas de pós-graduação stricto sensu na nossa região. E aqui mesmo, na UFPB,  que é um dos objetivos.

Como nos acostumamos a ler sobre notícias e fatos empobrecedores, dou destaque a um evento que nos engrandece. Aliados à USP, trazendo um doutorado para a nossa porta. Quer notícia melhor? Professores locais e profissionais de áreas afins, podem fazer doutorado na USP sem tirar o pé de casa.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

Brasil vence a primeira na Copa do Mundo Sub-20 de futebol feminino

contra Austrália - 14/08/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas