João Pessoa, 25 de outubro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
articulações

Bruno rechaça aliança com João Azevêdo para 2022

Comentários:
publicado em 25/10/2021 às 14h07
atualizado em 25/10/2021 às 12h06
A- A+
Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), rechaçou qualquer hipótese de apoiar a reeleição do govenador João Azevêdo (Cidadania) no pleito de 2022 em uma eventual composição de João com o ex-prefeito Romero Rodrigues (PSD).

Para Bruno, a possibilidade ainda se trata de “especulação”.

“Vou me ater a tratar disso ainda em caráter privado. Tenho tratado como especulação, porque não ouvi da boca de Romero ou quem quer que seja [aliança com João]. Prefiro tratar como especulação. No momento oportuno vou poder falar disso. Por enquanto digo e repito, meu candidato a governador é Romero Rodrigues”, enfatizou.

Cunha Lima disse que deve tratar sobre as composições para as eleições 2022 durante essa semana em Brasília.

Lideranças do PSDB embarcam nesta segunda-feira (25) para se reunir com o ex-prefeito Romero Rodrigues e saber até que ponto ainda podem contar com o nome dele como representante da oposição a João na disputa pelo Palácio da Redenção

PSDB cobra Romero 

No último sábado (23), o deputado federal e presidente do PSDB na Paraíba, Pedro Cunha Lima, anunciou um encontro com o ex-gestor campinense para tratar sobre o tema.

Degundo Pedro, a intenção é saber o que é especulação e o que mudou sobre uma possível aliança entre o ex-prefeito de Campina Grande e o governador João Azevêdo.

“Vamos conversar com ele novamente semana que vem para dar andamento a esse processo. Romero colocou o nome dele à disposição para disputar o Governo. O PSDB sentiu-se representado no nome dele pelo que ali apresenta e continuamos defendendo o nome dele”, disse Pedro.

MaisPB