João Pessoa, 09 de agosto de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Graduado em Jornalismo, Yago Fernandes é um “pitaqueiro” sobre a vida, relações humanas e um apaixonado pela comunicação. É mestre de cerimônias e tem experiência com palestras e oficinas de Oratória. Atualmente, também é assessor de comunicação.

Andar de cima

Comentários:
publicado em 09/08/2021 às 07h55
A- A+

Não tem jeito, não podemos escapar. Vivemos sob comandos dos nossos pensamentos, sem nos darmos conta que nossas encrencas existenciais são produzidas por nós mesmos. Pessoas sensíveis entendem, de imediato, que sem pensamentos ou com pensamentos bem-educados é possível ser feliz. Ou melhor, não há outra possibilidade para ser feliz senão pelos pensamentos. Ser feliz num romance, numa promoção no trabalho, gozar um aumento de salário, curtir a viagem dos sonhos, o que for, produz felicidade.

– “Meus pensamentos se transformam em minhas palavras, minhas palavras se transformam em minhas ações, minhas ações se transformam em meus hábitos, meu hábitos se transformam em meu caráter e meu caráter se transforma em meu destino”. Esta frase é milenar, é uma proposta hinduísta (foto). Volte à primeira frase e você vai ver que o destino começou com pensamentos, tantos positivos quanto negativos.

Não à toa os casos de depressivos e ansiosos eclodiram no país de uns tempos para cá. Não sou psicólogo, mas leio e acompanho profissionais da área e sei: muitas doenças são oriundas do acúmulo de lixo que retemos em nosso interior e não ‘reciclamos’ esse material, que é danoso a nosso ser. Ansiolíticos e mais remédios não servem de nada, tiram a dor e não a doença. É preciso ir além e entender cada caso.

Agora, leitor, leitora, não fiquemos nos iludindo e imaginando que é fácil mudar o modo habitual de pensar, é dificílimo, isso sem alguém o conseguir. Algumas psicoterapias prometem essas mudanças, prometem mas não mudam, só mudam nos secundários. Quem tem medo vai continuar com medo, a mudança pode ser a de admitir o medo e conviver com ele. Já será uma mudança e é bom não esquecer que medo é “apenas” pensamentos… Ou você se sente com medo quando não está “pensando” no que lhe dá medo? Claro que não. Nossos pensamentos, às vezes, são nossos melhores amigos, mas quando partem para as asneiras, saiamos da frente, eles nos abatem.

Então, vem daí a certeza de que os demônios existem e estão dentro de nós, assim como o céu. Vai depender de cada um, mornamente dos pensamentos. Mas é bom recordar que o primeiro passo para chegarmos um pouquinho mais perto desse nosso céu interior é o desapego, não se consumir por bobagens que não nos melhoram o viver. Descobrir isso tarde é tolice!

Segundo cérebro

Sim, nós temos um segundo cérebro, é o estômago. Tanto que nossos problemas existências manifestam-se nas azias, nas gastrites, por exemplo, doenças de ordem emocional, começam no andar de cima. Diante de uma coisa boa, como o sexo, os homens costumam dizer –“Ah, comi a fulana…” porque comer é algo prazeroso, agradável. E aquele gerente de que não gosto? Quando o vejo, me vem uma ânsia de vômito. O estômago aceita o que é bom, rejeita o que é ruim.

Varrer escada

A escada se varre de cima para baixo. Mais uma vez o assunto começa no andar superior, como em tudo em nossas vida, é só olhar a discussão acerca dos pensamentos, que tivemos aí no início da conversa de hoje. Se a cabeça não está no lugar – e falo isso no sentido figurado –, todo resto vira um caos. Mas e a cabeça do país, isto é, a que gere os rumos da nação? Brasília. Essa está a precisar de uma limpeza total, sem deixar poeiras nos cantos. Onde estão os que vão fazer isso? Ora bolas, só depende do povo, que não reage… então a limpeza nunca chegará.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

Polícia investiga homicídio de gêmeos e bebê na PB

EM ITABAIANA - 08/12/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas