João Pessoa, 11 de junho de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
pesquisa sobre saneamento

Projetos da UEPB vão receber R$ 714 mil

Comentários:
publicado em 11/06/2021 às 15h40
atualizado em 11/06/2021 às 16h17
A- A+

Dois projetos apresentados pela Universidade Estadual da Paraíba foram selecionados no Edital Fundo de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci) 02/2020 – Água e Saneamento – Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, lançado pelo Banco do Nordeste, em dezembro do ano passado.

O projeto “Recuperação de águas de abastecimento eutrofizadas utilizando técnicas de geoengenharia”, terá investimento de  R$ 343,08 mil. Já o projeto  “Recuperação de reservatório de abastecimento eutrofizado do Semiárido: produção e aplicação de coagulantes orgânicos derivados de plantas do bioma caatinga”, vai ter investimento de R$ 371,75 mil.

O apoio financeiro varia de R$ 60 mil a 400 mil a cada projeto selecionado, que possui prazo para execução do trabalho de 6 a 36 meses. O recurso é aproveitado de acordo com a natureza do projeto, e pode ser destinado à aquisição de equipamentos e material permanente, materiais de consumo, incluindo-se serviços de terceiros e recursos humanos, entre outros.

Ao todo, foram 15 projetos selecionados dos 142 inscritos e num valor  valor total de R$ 4,85 milhões. As instituições selecionadas, públicas e privadas, sem fins lucrativos – receberão os recursos oriundos do Fundo em caráter não reembolsável. As iniciativas são dos Estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Os projetos selecionados pelo Edital Fundeci 02/2020, do Banco do Nordeste, abordam aspectos sobre educação ambiental e participação social para promover a melhoria da gestão da água e de saneamento. Contemplam gestão integrada dos recursos hídricos, proteção e restauração de ecossistemas relacionados com a água, técnicas de trabalhos em terra e/ou de manejo do solo relacionadas à preservação e/ou recuperação de recursos hídricos e avaliação científica de tecnologias sociais voltadas para o saneamento básico/esgotamento sanitário.

Também abrangem questões relacionadas à inovação de produtos, processos ou serviços associados à distribuição de água, uso eficiente e sustentável, coleta e tratamento de esgoto, drenagem urbana, coleta de resíduos sólidos e irrigação, melhoria da qualidade da água, redução da poluição e da contaminação de rios, aquíferos e lagoas, uso de tecnologias sociais de convivência com o semiárido relacionadas com o acesso à água seu uso sustentável.

MaisPB