João Pessoa, 17 de maio de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
descumprimento a decretos

PM encerra 25 festas e prende 14 pessoas na PB

Comentários:
publicado em 17/05/2021 às 19h00
atualizado em 17/05/2021 às 16h35
A- A+
Evento dispersado em João Pessoa pela Polícia Militar

A Polícia Militar encerrou 25 festas clandestinas neste fim de semana na Paraíba. Os eventos estavam acontecendo nas cidades de Conceição, Tavares, Cacimbas, Pitimbu, São Bentos, Esperança, Picuí, Puxinanã e João Pessoa.

Segundo o comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, ao menos 14 pessoas foram conduzidas às delegacias pelo descumprimento de medidas sanitárias. Ele adiantou que as forças de segurança planejam reforçar a Operação Previna-se para evitar que aglomerações voltem a ocorrer, principalmente em municípios onde o sistema de saúde já apresenta sinais de colapso.

“Nós temos mais de 160 municípios avaliados na bandeira laranja, isso requer mais conscientização por parte das pessoas. É preciso que entendam que flexibilizar não é liberar. Temos ambientes em que as pessoas fazem festas inadequadas, demonstrando a irresponsabilidade pública. Estamos atentos neste momento, queremos reforçar a Operação Previna-se para que possamos ter mais tranquilidade no sistema de saúde”, disse chaves.

Nesse fim de semana, mais de 300 ocorrências de perturbação do sossego.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Festas encerradas nos municípios 

Cacimbas: uma festa foi encerrada e quatro pessoas conduzidas para Delegacia no Distrito de São Sebastião.

Tavares: um bar estava funcionando irregularmente e promovendo aglomeração de pessoas. O responsável pelo estabelecimento foi legado para Delegacia. Ainda no município um aniversário foi encerrado em uma chácara.

São Bento: uma festa foi encerrada em um sítio na madrugada do domingo (16). No local foram apreendidas quatro porções de cocaína, três de maconha, treze frascos de loló e uma cartela de compridos.

Pitimbu: uma festa que promovia aglomeração foi encerrada no Litoral Sul. O responsável não foi encontrado.

Conceição: a inauguração de uma pizzaria se transformou em aglomeração. Os proprietários foram conduzidos à delegacia. Ainda na cidade, um bar também infringiu medidas de distanciamento social.

Esperança: um homem foi conduzido para delegacia por promover festa coma aglomeração. No local foram encontradas 15 porções de cocaína e oito frascos de loló.

Picuí: a polícia foi até uma casa onde havia uma festa com aglomeração e som alto. Um revolver foi apreendido e o proprietário da residência detido.

Puxinanã: a festa que acontecia em uma granja foi encerrada. O proprietário e aniversariante foram legados para delegacia.

João Pessoa: em Mangabeira I uma aglomeração foi encerrada com mais de 60 pessoas. Já na orla, nove intervenções foram feitas no fim de semana, principalmente em uma conveniência. Doze pessoas foram atuadas por embriaguez ao volante, três carros recolhidos e duas carteiras de habilitação apreendida. Uma caixa de som do modelo JPB também foi levada pelos policiais. Uma festa em um aterro sanitário também foi encerrada na Zona Sul.

Estado avalia endurecer medidas restritivas em algumas regiões 

O aumento no número de cidades em bandeira laranja na Paraíba vem preocupando o Governo do Estado, que estuda endurecer as medidas de restrição nos locais onde o nível de contaminação da Covid-19 tiver elevado. De acordo com o governador João Azevêdo (Cidadania), os dados referentes aos municípios estão sendo analisados dentro do Plano Novo Normal para o decreto que será divulgado nesta quinta-feira (20) com as novas determinações.

“Estamos, neste momento, avaliando os dados para saber quais as medidas que nós vamos adotar. Essa doença, todos já conhecemos há mais de um ano, e temos sempre os repiques. Todas as vezes em que há flexibilização tem um aumento de casos. Foi isso o que aconteceu. Estamos tendo agora um repique no Sertão e na região polarizara por Campina Grande e estamos analisando esses dados para elaborar um novo decreto com novas restrições, se assim indicarem”, alertou o governador.

O decreto atual segue até a quarta-feira (19) e adotou a flexibilização de algumas atividades no estado, mas, segundo o governador, a situação pode mudar esta semana. “Os dados vão orientar quais as as medidas que vamos adotar em relação ao casos, que pode ser aumento de restrição em municípios que estão na bandeira laranja e vermelha, para que a gente possa, novamente, fazer o estado da Paraíba voltar a condição de queda (de casos)”.

MaisPB

MaisTV

Paraibanos relatam prejuízos com a alta da inflação

alimentos caros - 16/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas