João Pessoa, 03 de janeiro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo. Ocupou por três mandatos o cargo de presidente do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração e atual presidente da Academia Paraibana de Ciência da Administração. E-mail: admmariotourinho@gmail.com

Bons dias, no começo do ano, que Cícero proporcionará!

Comentários:
publicado em 03/01/2020 às 10h45
A- A+

Não tenho autorização para mencionar a fonte da informação, bem alvissareira, que me foi passada. Mas, fica claro que se trata de pessoa próxima ao novo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, governante municipal pessoense a partir de 1º de janeiro de 2021, até dezembro/2024.

Tal informação foi-me transmitida a propósito do artigo anterior em que eu dissera que “durante a campanha eleitoral muito se ouviu, de Cícero Lucena, a reafirmação de seu compromisso no sentido de que as realizações levadas a efeito pelas gestões anteriores merecerão a devida atenção, portanto se preservando o que esteja bom e corrigindo-se o que eventualmente contenha alguma falha, isto ´para ficar melhor´”.

Pois, bem! Esse informante disse que, como ilustração a esse princípio administrativo de otimização dos recursos públicos, entre as primeiras ações do novo governo está o levantamento de todas as obras inacabadas, inclusive praças públicas e a chamada “requalificação” da avenida Epitácio Pessoa, priorizando-se e dando urgência às respectivas conclusões. Mais: que “à medida que essas obras sejam concluídas, realizar-se-ão os correspondentes atos inaugurais, para eles sendo convidado o prefeito que as iniciou, no caso, Luciano Cartaxo”.

Já imaginou, leitor(a), que novo tempo estaremos vivenciando?!… Já se imaginou quão bonito e merecedor de muitos aplausos será efetivar-se essa conclusão de obras como caracterização da real importância do princípio de continuidade administrativa, no âmbito da PMJP?!…

Claro que um ou outro “cicerista” poderá desaconselhar ao novo prefeito fazer tal priorização e especialmente dizer que não deve convidar o prefeito anterior para o ato inaugural correspondente, entendendo que tal atitude “encheria a bola” do gestor anterior. E, de minha parte, penso que atitude assim engrandece a politica e os políticos, pelo que imagino que assim Cícero Lucena procederá em face de sua comprovada postura de “homem público”, comprometido com o interesse coletivo. E, convidado, se o prefeito anterior, sem justificativa plausível, não comparecer, a má atitude será atribuída a quem?!

E aos leitores interessados com os pleitos ou sugestões que moradores e empreendedores da beira-mar do Bessa (avenida Arthur Monteiro de Paiva) pretendem apresentar ao novo prefeito – isto em uma reunião ao estilo “café da manhã” no Restaurante Bessa Brasil e com obediência aos protocolos sanitários e de distanciamento social -, esse evento, conforme a assessora Alessandra, da equipe de Cícero, será programado para um dos primeiros 15 dias deste mês de janeiro. E aí se terá a oportunidade de também se ponderar ao novo prefeito que a beira-mar do Bessa é, de igual modo, uma das áreas que se encaixam nas ações de continuidade administrativa.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!