João Pessoa, 11 de julho de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DECISÃO

Vital manda governo Bolsonaro parar de anunciar em sites com atividade ilegal

Comentários:
publicado em 11/07/2020 às 17h17
A- A+

O ministro Vital do Rêgo, Tribunal de Contas da União (TCU) determinou,  nesta sexta-feira (10),  que o governo Jair Bolsonaro cesse imediatamente a destinação de recursos de publicidade para sites e canais que promovem atividades ilegais ou cujo conteúdo não tenha relação com o público-alvo de suas campanhas. As informações foram publicadas pela Folha de São Paulo.

De acordo com a matéria, os recursos destinados a publicidade institucional do governo da propaganda da reforma da Previdência irrigou sites e canais na internet de jogo do bicho, em russo e infantis através dos anúncios feitos pelo GoogleAdsense que  veiculam os comerciais  em páginas de internet, canais do YouTube e aplicativos para celular.

Com base na planilhas da Secretaria de Comunicação, dos 20 canais de YouTube que mais veicularam impressões (anúncios) da campanha da Nova Previdência no período reportado (6 de junho a 13 de julho de 2019 e 11 a 21 de agosto de 2019), 14 são primordialmente destinados ao público infantojuvenil, como o Turma da Mônica e o Planeta Gêmeas. Um dos mais contemplados com publicidade foi o Get Movies, voltado para crianças e 100% em russos.

Outra publicação que recebeu volume considerável de propaganda foi o resultadosdobichotemporeal.com.br. O jogo é ilegal no Brasil.

Além de proibir novos gastos, Vital determinou que a pasta se explique em 15 dias sobre as despesas e ordenou que a pasta investigue os fatos e, no mesmo prazo, apresente ao  TCU  “evidências robustas que afastem a ocorrência dos indícios de irregularidade”.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!