João Pessoa, 24 de Maio de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
VÍTIMA DA COVID

Morre ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley; políticos lamentam

Comentários:
publicado em 24/05/2020 às 08h40
atualizado em 24/05/2020 às 10h40
A- A+

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley, morreu aos 69 anos neste domingo (24) vítima do novo coronavírus. O político estava internado no Hospital Nossa Senhora das Neves em João Pessoa e não resistiu à Covid-19.

Dinaldão, como era conhecido na Morada do Sol, foi internado no dia 14 e levado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele chegou a apresentar melhora, mas voltou a ser entubado nessa semana.

O filho de Dinaldo, prefeito afastado do município, Dinaldo Wanderley Filho (MDB), lamentou a morte nas redes sociais.

“Deus muito obrigado por tudo, sou privilegiado do pai que tenho. Receba-o com os braços abertos, o Senhor terá a companhia de uma pessoa boa, agradável, amável, prestativa, de um coração grande e um amigo para todas as horas. Pai exemplar, amigo único, irmão dos irmãos, filho inesquecível, amor incondicional a sua cidade, são tantas as qualidades em só pessoa, que é impossível descrever. Meu coração de filho chora neste momento muito, dor enorme, mas prevalece a fé no Senhor Jesus que o receberá! Louvado seja nosso Senhor”

Trajetória política

Eleito prefeito de Patos em 1996 na disputa contra a também ex-prefeita Francisca Motta, Dinaldo conseguiu reeleição em 2000.

Wanderley também foi escolhido pelos eleitores paraibanos para ocupar uma das vagas na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), com mais de 32 mil votos.

Apesar de conseguir votação suficiente para reeleição, foi impedido de assumir o mandato. Ele foi condenado por desvio de recursos de licitação. Segundo o MPF, Dinaldo cometeu irregularidades em um contrato firmado entre a Prefeitura de Patos e o Fundo Nacional de Saúde.

Políticos lamentam a morte de Dinaldo

O governador João Azevêdo externou condolências aos familiares e amigos neste momento de dor e saudade.

“Lamentamos o falecimento de Dinaldo Wanderley e prestamos nossa solidariedade à família, amigos e ao povo de Patos, que perde um de seus principais homens públicos. Deixamos nossas condolências e desejamos que Deus dê força e serenidade para que todos possam superar a dor da perda”, disse o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV).

“Em nome da população patoense, abraçamos fraternalmente a todos os familiares e elevamos nossas homenagens ao homem que dedicou parte de sua vida à sua terra. Diante do ocorrido, só nos resta pedir a Deus que conforte o coração de seus familiares, amigos e admiradores pela dor da perda, dando-lhes forças para superarem este momento difícil e para conviverem com tamanha saudade”, lamentou a Prefeitura de Patos.

“A Paraíba amanhece triste com a notícia do falecimento de Dinaldo Wanderley, que além de prefeito de Patos por dois mandatos (de 1997 a 2004), também foi deputado estadual. Que Deus console familiares e amigos e o receba na glória eterna”, postou o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB).

“Dinaldo foi um grande homem e deixa para trás um ilustre legado que orgulha ao Sertão do nosso estado. Ele torceu por mim e, por isso, serei eternamente grata”, afirmou a deputada Pollyana Dutra (PSB).

“Vai fazer falta! Com certeza as nossas campanhas eleitorais não serão as mesmas sem a presença do velho Cabeção”, registrou o deputado Nabor Wanderley (Republicanos).

“A Paraíba perde mais um político que se dedicou ao povo e principalmente aos patoenses, terra amada por Dinaldo. Deixo o meu mais profundo pesar pela partida precoce de Dinaldo Wanderley e o meu abraço de conforto aos seus familiares em nome do meu amigo Dinaldinho, com quem dividi os trabalhos na Assembleia Legislativa”, disse o secretário de Planejamento de Campina Grande, Tovar Correia Lima.

“Nesse momento quero abraçar todos os familiares do ex-prefeito Dinaldo, principalmente o meu amigo Dinaldinho, com quem trabalhei na Assembleia Legislativa, lutando sempre por uma Paraíba melhor. Dinaldo deixará muita saudade e fará muita falta para a política paraibana”, destacou a deputada estadual Camila Toscano (PSDB).

“Importante liderança política, Dinaldo Wanderley deixa um grande legado de luta e defesa do Sertão paraibano. A Morada do Sol perde um de seus ilustres filhos”, lembrou o deputado federal Gervásio Maia (PSB).

“A política paraibana está de luto pelo falecimento de Dinaldo, exemplo de homem público, político apaixonado pela sua terra Patos, que conquistou a todos pela sua simplicidade e o seu grande coração”, disse o deputado federa Pedro Cunha Lima (PSDB).

“É com sentimento de tristeza que recebo a notícia do falecimento do ex-prefeito e deputado estadual, Dinaldo, que partiu, mas deixa muita saudade na vida de quem teve a oportunidade de conhece-lo e conviver com ele”, destacou o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB).

“Nós que compomos a Famup lamentamos a morte precoce do ex-prefeito Dinaldo Wanderley que foi peça importante no desenvolvimento do nosso Estado, atuando sempre pelo crescimento de Patos e do Sertão. Deixamos o mais profundo pesar aos familiares e amigos desse grande homem público”, disse George Coelho em nome da Famup.

“Lamento a perda da grande liderança que foi Dinaldo. Um amigo que tive o prazer de cultivar. Todos nós paraibanos perdemos um homem que dedicou sua vida a lutar pela melhoria dos seus semelhantes, e por sua querida Patos. Iremos chorar de saudades, mas com o coração honrado por ter convivido com um ser humano de coração tão grande”, destacou o deputado federal Ruy Carneiro (PSDB).

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!