João Pessoa, 14 de março de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ex-amigo de bolsonaro

Julian: Bebianno “morreu de tristeza”

Comentários:
publicado em 14/03/2020 às 09h51
atualizado em 14/03/2020 às 12h35
A- A+

Amigo de Gustavo Bebianno, o deputado paraibano Julian Lemos disse, na manhã deste sábado (14), “estar sem chão” com o falecimento do ex-ministro do governo Bolsonaro. Ambos foram importantes aliados de Jair Bolsonaro na campanha presidencial de 2018. Para Lemos, Bebianno morreu de tristeza após os episódios de conflito com a família do presidente.

“Bebianno morreu de tristeza. Morreu de tristeza porque não era deste mundo político sujo e desleal. Nunca vi um homem de um coração tão bom. Eu costumava dizer que ele era melhor do que eu. Eu vi um homem que amava o presidente Bolsonaro. Eu vi um homem chorar abraçado com Jair Bolsonaro no aeroporto em São Paulo certa vez. E ele falava de Bolsonaro com o maior amor que você possa imaginar”, declarou o paraibano ao site ‘O Antagonista’.

Bebianno e Bolsonaro tinham uma relação de amizade desde o início de 2017, assim como Julian Lemos. Após a eleição, Bebianno foi indicado para assumir a Secretaria-Geral da Presidência. Alvo de críticas do filho do presidente desde o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e a ala ligada ao grupo do guru Olavo de Carvalho, ele deixou o governo em 18 de fevereiro no início do caso das candidaturas laranjas do PSL.

“Sobre a morte do Bebianno eu só vou dizer uma coisa: entrego nas mãos de Deus, que Deus julgue as consequências desta morte dele. Um cara na flor da idade.  Bebianno teve sua honra maculada por mentiras e calúnias. Quem cerca ele sabe, Bebianno morreu de tristeza. E peço a Deus que se faça a Justiça”, concluiu o deputado paraibano.

Gustavo Bebianno morreu na madrugada deste sábado (14) após sofrer um infarto fulminante em um sítio na cidade de Teresópolis, no Rio de Janeiro. Ele tinha planos de se candidatar à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSDB.

MaisPB

MaisTV

Dia D: João defende vacina obrigatória contra a Covid-19

CAMPANHA DE VACINAÇÃO - 25/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas