João Pessoa, 12 de março de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CORONAVÍRUS

Economista prevê prejuízo, mas não vê razão para pânico

Comentários:
publicado em 12/03/2020 às 19h08
atualizado em 13/03/2020 às 07h45
A- A+

O economista e consultor financeiro, Rafael Bernardinho, avaliou, em entrevista ao Portal MaisPB, os efeitos que poderão refletir sobre as finanças do cidadão com a questão da propagação do coronavírus.

Bernardinho considerou que com o “apavoramento” que o público é afetado de alguma forma vai impactar no funcionamento dos negócios e, consequentemente, e prejuízos financeiros por intervir na cadeia produtiva e de serviços.

“Porque o eletricista deixa de ser chamado para resolver um problema, fazer uma reforma, a cabeleireira não recebe as pessoas no salão. Então há um prejuízo significativo para quem trabalha por conta própria e para quem trabalha com emprego fixo. Em algumas áreas do setor púbico, as pessoas estão ficando em casa e tudo isso gera queda de produtividade. É um problema que reflete na economia e reflete negativamente”, afirmou em entrevista ao programa Hora H, retransmitido em 14 emissora de rádio e em várias plataformas digitais.

Entretanto, de acordo com o economista, o momento não é para pânico e alegou que as pessoas não precisam se impressionar com aumento do dólar e as questões das bolsas.

“O mercado do dólar é um mercado especulativo. Para o cidadão comum, que não tem ações em bolsas, não tem dólar e nem pretende comprar, não tem o que se preocupar com essas indicações”, afirmou.

Ouça

Roberto Targino – MaisPB

MaisTV

Carreta tomba em curva na Serra de Santa Luzia no Sertão

vídeo - 17/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas