João Pessoa, 29 de fevereiro de 2020 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
serviços de Aplicativo

TRT vê extrema precariedade em serviços

Comentários:
publicado em 29/02/2020 às 12h03
atualizado em 01/03/2020 às 05h50
A- A+
Desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, Presidente do TRT13 (Foto: divulgação/TRT)

O vai e vem de motocicletas pelas ruas da Paraíba mostra o crescente número de pessoas que recorrem aos serviços de aplicativo para garantir renda. Na contramão disso está a precariedade do emprego informal e a ausência de garantias para quem presta este tipo de serviço.

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT-13ª Região), desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, considera que não se trata de empregados e sim de trabalhadores.

“São pessoas que se submetem a jornadas extenuantes, mal pagas e de exploração. Estamos assistindo à formação de um contingente de trabalhadores sem qualquer proteção social, não só aqui, mas no mundo”, avaliou.

Ele afirma não enxergar um avanço, mas sim um retrocesso. “E a maior distorção é tentarem enxergar nesta falta de opção uma vocação empreendedora. Não existe autonomia na medida em que ficar parado, nem que seja por algumas horas, implique perder dinheiro. Urge quebrar este raciocínio simplista e encararmos que só uma parcela de poucos que concentram a maior parte da renda vai se beneficiar com o fim do emprego”, afirmou.

MaisPB

MaisTV

Família quer júri popular e pena máxima para acusado de matar Patrícia

AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO - 24/09/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas