João Pessoa, 12 de dezembro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
MaisTV

Servidores da policias invadem plenário da ALPB

Comentários:
publicado em 12/12/2019 às 09h56
atualizado em 12/12/2019 às 14h13
Debate da PBPrev na ALPB - Foto: Maurílio Júnior/MaisPB

Servidores da Polícia Militar ocuparam, na manhã desta quinta-feira (12), o plenário da Assembleia Legislativa da Paraíba em protestos contra a reforma da Previdência encaminhada pelo Governo do Estado para votação na Casa.

Por causa da confusão, o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB) recomendou que os parlamentares permanecessem no ‘plenarinho’ onde ocorria reunião de membros Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) até que a situação fosse resolvida.

Eles pedem uma audiência pública para debater a matéria que já teve a tramitação barrada pela Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) atendendo pendido da oposição sob as alegações que a votação em caráter de urgência fere os regimentos internos da Casa.

O líder do governo, Ricardo Barbosa (PSB), disse que buscará dentro uma negociação com os manifestantes, o líder da oposição Raniery Paulino (MDB) e o Cabo Gilberto (PSL), que tem ligação com as categorias policias, para contornar a situação.

“Vamos negociar um calendário. As medidas prolatadas nas decisões judiciais estão cumpridas. Todo o rito segue o regimento da Casa e agora tem um tumulto que se soma aos preexistentes a tramitação da PEC que é uma audiência que já havia sido marcada anteriormente pelo Cabo Gilberto para discutir a situação das policias que ficou prejudicada com os desdobramentos da Reforma da Previdência”, disse Barbosa.

Após negociação para liberar o plenário, o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB), se comprometeu receber representantes dos policiais às 15h.

Veja vídeo da negociação 

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também