João Pessoa, 11 de outubro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
EDUCAÇÃO

JP deve aderir escolas cívico-militar

Comentários:
publicado em 11/10/2019 às 16h36
atualizado em 11/10/2019 às 18h31
Bolsonaro no lançamento do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares – PECIM.nFoto: Marcos Corrêa/PR

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai manifestar interesse de participação no projeto de escolas cívico-militares, do Governo Federal. Em cada Estado, apenas dois municípios serão contemplados.

“A gestão entende que não deve abrir mão de recursos de forma deliberada e por isso resolveu assinar um ofício de manifestação de interesse”, explicou a secretária municipal da Educação, Edilma da Costa Freire. De acordo com ela, esse é um primeiro passo, dado em função do prazo de resposta ao Governo Federal, que pretende incluir duas escolas por Estado.

A ideia da escola cívico-militar prevê a criação de uma disciplina militar em escolas civis que aderirem ao projeto. O Governo Federal seria responsável pelo pagamento de salários dos militares envolvidos e também pelo repasse de verbas para a escola.

Edilma revelou que pretende abrir o diálogo com a comunidade escolar e destacou o envolvimento constante do corpo estudantil como parte ativa do ambiente escolar, principalmente por ações como o programa Orçamento Participativo Criança e Adolescente (OPCA), que permite aos estudantes decidirem sobre melhorias a serem feitos nas escolas. “Incentivamos a participação dentro do processo democrático por meio de um diálogo franco”, afirmou.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também