João Pessoa, 10 de outubro de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Atenção Primária

USF’s na Paraíba vão passar a ter ‘gerentes’

Comentários:
publicado em 10/10/2019 às 18h39
atualizado em 11/10/2019 às 10h47
Imagem ilustrativa

As Unidades de Saúde da Família na Paraíba vão passar a ter ‘gerentes’ na Atenção Primária (APS). Inicialmente serão oito profissionais em três municípios do estado, que vão ter a função de administrar as unidades, organizar o serviço e facilitar o atendimento.

Em todo o país, são 1.266 gerentes em 293 cidades. O Ministério de Saúde vai repassar cerca de R$4 milhões aos municípios que aderiram a iniciativa e o valor pode chegar a R$21,5 milhões no próximo ano.

Antes do gerente, a direção de cada unidade fica sob responsabilidade de enfermeiros ou médicos, que eram deslocados do atendimento ao cidadão para atividades administrativas. Secretário de Atenção Primária à Saúde, Erno Harzheim vê avanço.

“A atuação do gerente é necessária para a rotina do atendimento nas unidades. Agora, com o gerente, todos os profissionais de saúde poderão se dedicar plenamente à suas funções”, esclareceu.

O Ministério da Saúde vai repassar mensalmente aos gestores municipais um incentivo financeiro assim que os profissionais começarem a atuar nas Unidades de Saúde da Família. O valor previsto de custeio por profissional é de R$ 713 em municípios que possuem apenas uma equipe de Saúde da Família.

Já os municípios que contam com mais de uma equipe receberão R$ 1.426 por gerente cadastrado, sendo que os profissionais devem atuar em unidade de saúde com duas ou mais equipes, ou ainda em duas unidades de saúde com uma equipe de Saúde da Família cada.

MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também