João Pessoa, 21 de abril de 2013 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CRIMINALIDADE

Deusimar Guedes detona ‘líderes’ do vestibular: “Formam péssimos cidadãos”

Comentários:
publicado em 21/04/2013 às 11h39
A- A+

O advogado, psicólogo, policial federal reformado e militante do combate às drogas na juventude, Deusimar Guedes, foi enfático ao criticar a estrutura de educação que vem e impondo nas escolas particulares do nosso Estado. Ao analisar as causas da criminalidade na Paraíba, ao discutir a polêmica redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, Guedes culpou também as escolas pela má formação dos jovens paraibanos, por viverem focadas apenas em pontuar bem nos vestibulares.

“Nossas escolas estão formando excelentes técnicos, mas péssimos cidadãos”, disparou o advogado, destacando a falta de atenção à formação do aluno ‘como pessoa’.

Na contramão dessa situação, colégios de fundamentação religiosa ainda insistem em focar sua atuação educacional na formação do caráter do aluno, em paralelo ao seu preparo para provas de vestibular. Um dos exemplos dessas instituições é o Colégio Marista Pio X, que tem como lema: “Formando para a vida”. Mesmo priorizando tal estratégia, a escola comandada por irmãos maristas vem se destacando em vestibulares até fora da Paraíba, com aprovação quase total de seus alunos nos cursos que disputam vaga.

Motivos da criminalidade – Deusimar Guedes, ao ampliar sua tese dos motivos que a influenciam o jovem a entrar no mundo do crime – acredita que o problema também se concentra na própria estrutura financeira vivida pelo mundo. Na sua ótica, o modelo capitalista “selvagem” chega a ser mais nocivo que o próprio uso das drogas.

“O filho do pobre tem os mesmos anseios do filho do rico. Eles querem um tênis novo, um celular, como nos força o capitalismo”, afirma.

Para Deusimar, é certo que a educação dos jovens começa pela família, mas é necessário que o Poder Público entenda que é sua obrigação fomentar isso.

“É preciso entender que enquanto tiver quem venda, vai haver quem consuma, e vice-versa”, destaca Guedes, cobrando das autoridades uma maior repressão ao tráfico, como suporte às famílias para que instruam melhor seus filhos.

 

Luis Alberto Guedes – MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!