João Pessoa, 06 de maio de 2013 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
CAMPINA GRANDE

Agentes e policiais militares evitam fuga do Serrotão

Comentários:
publicado em 06/05/2013 às 20h53
A- A+

 A ação imediata dos agentes e de policiais militares impediu uma fuga em massa da Penitenciária Regional de Campina Grande Raymundo Asfora, mais conhecida como Serrotão, nesta segunda-feira (6). Após a tentativa de fuga e o princípio de rebelião, foram apreendidos vários aparelhos celulares, baterias, facas artesanais, algumas porções de maconha e cordas feitas com lençóis, conhecidas como “tereza”, durante operação nos nove pavilhões.

Às 00h30 três detentos tentaram fugir por meio de uma corda feita com lençóis. Um dos agentes de plantão efetuou um disparo de advertência para inibir a ação dos presos, que retornaram à cela do pavilhão 8, onde haviam cerrado as grades. Uma equipe de agentes foi até o pavilhão e identificou os detentos que pretendiam fugir, os quais foram transferidos para o isolamento.

Por volta das 6h, quando os agentes iriam fazer a contagem de rotina da população carcerária, os apenados começaram a se rebelar, quebrando as paredes dos pavilhões e jogando pedras nas guaritas. O Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) e o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar foram acionados para conter o tumulto.

De acordo com o secretário da Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, a ação dos agentes e dos policiais evitou o que poderia resultar numa fuga em massa. “Os apenados arrancaram algumas grades e pretendiam usá-las como escada para pular o muro, mas não lograram êxito no plano”, informou.

Os presos que tentaram fugir durante a madrugada são Albanizio Emerson Xavier, Cornélio Hugo Queiroz de Medeiros e Rafael Félix da Silva. A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária vai providenciar a transferência dos presos para outra unidade prisional.

Secom PB 

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!