João Pessoa, 19 de junho de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
MaisTV

Proibir embutidos visa ‘educação alimentar’

Comentários:
publicado em 19/06/2019 às 14h40
atualizado em 19/06/2019 às 15h56

Autor do Projeto de Lei sancionado na manhã desta quarta-feira (19), que proíbe a distribuição de alimentos embutidos nas merendas das escolas e creches na rede estadual de ensino, o deputado estadual Júnior Araújo (Avante) destacou a importância que o projeto trará na saúde de crianças e jovens.

O parlamentar avalia o ambiente escolar como sendo um importante incentivo para uma educação alimentar saudável. “Nós estamos convivendo (com) diversas crianças com obesidade, jovens com doenças cardíacas e tudo tem uma ligação direta com a alimentação, nos hábitos alimentares, e o projeto vem justamente para reparar essa questão educacional da alimentação”, disse.

Segundo o deputado, o projeto foi bem visto tanto pelos colegas de Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) quanto por nutricionistas. “Já se revelava ser um projeto extremamente interessante. Vários colegas elogiaram. Recebi elogios de diversos nutricionistas de todo o estado.”, concluiu.

O projeto sancionado hoje passará a vigorar daqui a 60 dias. Segundo o texto, alimentos embutidos, como salsichas, linguiças, salames, mortadelas, chouriços, entre outros, não serão mais distribuídos na merenda escolar e também no comércio de lanches e refeições no interior das escolas e creches do estado.

Assita:

Bruno Marinho e Albemar Santos – MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também