João Pessoa, 17 de abril de 2019 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
ENTREVISTA MAISTV

Falta de médicos é desafio para UBS’s abrir até 22h

Comentários:
publicado em 17/04/2019 às 19h56
atualizado em 18/04/2019 às 10h13

Caso seja aprovada medida anunciada pelo Governo Federal que prevê funcionamento dos postos de saúde até as 22h, as unidades da capital enfrentarão um verdadeiro desafio. Em entrevista à MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, o secretário municipal da pasta, Adalberto Fulgêncio afirmou que não haveria equipes suficientes para demanda.

Segundo Fulgêncio, além da dificuldade para contratar os médicos, haveria ainda o aumento de gastos de energia, além dos custos da contratação de enfermeiros e equipes que compõem os postos. “A idéia é boa, mas eu preciso de financiamento e preciso de profissional. Não se faz saúde sem médico”, considerou.

O secretário explica que até mesmo durante o dia já há um déficit na contratação de profissionais na capital e acredita que no período noturno seria ainda mais complexo encontrar médicos suficientes.

Atualmente, faltam 17 médicos de família para as Unidades Básicas de Saúde em João Pessoa. Em alguns bairros da capital, o atendimento encerra antes das 17h por conta da violência e tráfico de drogas. “As pessoas acham que faltam médicos só no interior. Em João Pessoa tem zonas em que médicos não querem trabalhar”, pontuou.

Confira a entrevista completa do secretário à MaisTV:

MaisPB

Leia Também