João Pessoa, 16 de agosto de 2017 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Cultura

Livro paraibano é finalista em premiação

Comentários:
publicado em 16/08/2017 às 18h27
atualizado em 16/08/2017 às 15h50
A- A+

A história do município de São João do Rio do Peixe-PB, retratada em fatos e fotos pela visão do pesquisador e escritor paraibano Rogério Galvão é um dos três projetos representantes da Paraíba na grande final da 30ª Edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, que ocorrerá nos dias 21 e 22 de agosto, em Brasília.

O livro “São João do Rio do Peixe – Retratos de uma História” foi selecionado como um dos 68 finalistas da premiação promovida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que premia ações que refletem a riqueza dos bens culturais brasileiros.

A edição 2017 do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, que celebra os 80 anos do instituto, teve ao todo 296 inscritos. Os 68 projetos finalistas, de 26 estados brasileiros, concorrem em quatros categorias distintas. A obra concorre com outros 13 projetos na Categoria I, que avalia as ações de excelência em técnicas de preservação do Patrimônio Cultural.

Esta categoria visa valorizar e promover iniciativas de excelência em preservação do patrimônio cultural material envolvendo ações de identificação, estudos e pesquisas, projetos, obras e medidas de conservação e restauro.
Lançado em 2016, “São João do Rio do Peixe – Retratos de uma História”, é o resultado de uma década de pesquisa desenvolvida pelo escritor  Rogério Galvão.

Além disso, reúne um acervo de mais de 1.500 fotos datadas e identificadas, que retratam a evolução histórica do município sertanejo desde o século XIX até o período mais recente. A obra já teve o seu valor reconhecido em nível estadual, tendo o seu projeto selecionado pelo Fundo de Incentivo a Cultura Augusto dos Anjos.

Também estarão representando a Paraíba na 30ª Edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade os projetos “Tributo à Yemanjá – Rainha do Mar”, que concorre na Categoria II (Projetos de excelência em processos de salvaguarda do Patrimônio Cultural) e “Memórias e Vivências do Vale do Gramame”, finalista na Categoria III (Iniciativas de excelência em promoção do Patrimônio Cultural).

O prêmio será atribuído a dois projetos por categoria, no valor de R$ 30 mil, para cada ação premiada.

MaisPB