João Pessoa, 04 de julho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Jornalista desde 1995 pela UFPB, com pós-graduação em Jornalismo Cultural. Radialista, marido de Gi, pai de Theo e editor setorial no jornal Correio da Paraíba. Torcedor do Flamengo e ex-professor do curso de Jornalismo na FFM. Já trabalhou, também, nos jornais A União e O Norte, no portal Tambaú 247, além das rádios Cabo Branco FM, Jovem Pan AM e CBN, sendo freelancer dos jornais O Globo e Estado de S.Paulo. Contato com a Coluna: jamarrinogueira@gmail.com

Wesley não é Gonzaga

Comentários:
publicado em 04/07/2016 às 16h53

O pernambucano Luiz Gonzaga é, muito provavelmente, o artista brasileiro com mais músicas lembradas pelo público. Cantou milhares e pelo menos uma centena delas faz parte da memória afetiva dos brasileiros, em diversas faixas etárias e em diversas faixas sociais.

Há riqueza sonora explícita naquilo que Gonzagão gravou e cantou. Há link sociolinguístico com os ouvintes. Um grau de empatia que permitiu a eternidade do artista. E não à toa, Luiz Gonzaga tornou-se o rei…

Muito provavelmente, apenas outro rei – Roberto Carlos – tem tantas músicas conhecidas pela população. De fato, Luiz Gonzaga e Roberto Carlos são os artistas brasileiros com as canções mais populares de todos os tempos.

Assim, causa-me estranheza quando tentam comparar o cearense Wesley Safadão a Luiz Gonzaga. Causa-me estranheza quando fãs afirmam que Wesley Safadão herdou a coroa de Gonzagão e que é o rei do forró…

Porque um forró que possa ter Wesley como rei, é tudo… menos forró. Lamentável demais a qualidade baixa das letras, a música pobre e a capacidade interpretativa ausente. Que fique claro: agora e daqui a 50 anos, Wesley não é (e não será) Gonzaga. É apenas Safadão…

Music From Paraíba prorrogado

O edital do Music From Paraíba III foi prorrogado até sexta-feira, dia 8. Este ano, 50 canções serão selecionadas para coletânea a ser divulgada na World Music Expo, na Espanha.

Quinteto da Paraíba

O Quinteto da Paraíba entrará em estúdio em outubro para gravar ‘Armorial & Piazzolla Opus II’, sexto CD. O repertório contará com ‘Aboio’, de Capiba (II Movimento da Suíte Sem Lei Nem Rei).

Leia Também