João Pessoa, 29 de junho de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Pedras de Fogo

Prefeito vai à Justiça para Câmara realizar sessão

Comentários:
publicado em 29/06/2016 às 08h59
atualizado em 29/06/2016 às 07h02
A- A+

O prefeito da cidade de Pedras de Fogo, Derivaldo Romão (Dedé),  emitiu nota, na noite desta terça-feira (28), informando que deve recorrer à Justiça para que seja convocada uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores, para que possa ser votada uma suplementação orçamentária para o município.

Na nota, o prefeito informa que convocou a Procuradoria e nesta quarta-feira (29) deve protocolar o pedido de convocação extraordinária.

Ontem, um vereador da cidade registrou queixa na Delegacia de Polícia Civil acusando aliados do prefeito de ameaças e agressão. Ele chegou a fazer exame de corpo delito no IPC de João Pessoa e disse ter o carro depredado. Os vereadores da oposição alegam que “a suplementação será para pagar servidores comissionados, mesmo existindo uma determinação do Ministério Público para demiti-los.

Veja a nota na íntegra: 

O prefeito da cidade de Pedras de Fogo, Derivaldo Romão, informa que irá recorrer na Justiça a realização de sessão extraordinária na Câmara dos vereadores do município para que seja votada a suplementação orçamentária, requerida pelo Poder Executivo, que deveria ter sido apreciada nesta terça-feira (28) e não pôde assim o ser, haja vista os vereadores que compõem a bancada de oposição esvaziaram a sessão.

O gestor esclarece que a suplementação será utilizada para o pagamento do funcionalismo público e que tal ação meramente politiqueira por parte da oposição só traz prejuízos para a população de Pedras de Fogo.

Com isso, irá protocolar nesta quarta-feira (29) pedido de convocação extraordinária dos vereadores, para que a sessão seja realizada e a suplementação devidamente votada.

Ele ainda declara que a Prefeitura Municipal vem pagando em dia o funcionalismo, além de fornecedores, assim como as parcelas do 13º salário e não há motivos para a prática realizada na sessão desta terça, onde os sete vereadores contrários à gestão esvaziaram a Casa em uma atitude completamente contrária aos interesses do povo.

Gostaria de pedir a sensibilidade dos vereadores para que compareçam à sessão e possam votar esta suplementação que é para o povo de Pedras de Fogo. Por termos minoria na Câmara de Vereadores temos sofrido retaliação por parte da oposição, mas isso não pode nem deve acontecer, haja vista todos devemos trabalhar em prol da nossa população”.

MaisPB

MaisTV

Prefeitura construirá edifício garagem no Mercado Central

VÍDEO - 19/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas