João Pessoa, 24 de abril de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
pesquisa

Dia das Mães: 59% dos paraibanos desejam presentar na data

Comentários:
publicado em 24/04/2016 às 12h17

Presentear as mães no dia delas é uma homenagem que 59,17% dos filhos paraibanos pretendem fazer. A Pesquisa de Intenção de Compras para o Dia das Mães na Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP) foi realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba (IFEP). Para o comércio, a data é a segunda mais expressiva, ficando atrás apenas do Natal.

No entanto, a intenção de compras em 2016 aponta uma queda de 7,36p.p na comparação com o ano passado, quando atingiu 66,53%. Este resultado é o menor desde o início da pesquisa em 2006. “Estes números podem ser atribuídos, em parte, à situação econômica atual do país, marcada pelo baixo crescimento econômico, aumento da taxa de desemprego e taxa de juros em patamares elevados que encarece o crédito ao consumidor que já se encontra restrito. Além disso, a alta da inflação e do nível de endividamento do consumidor influencia negativamente a intenção de compras dos consumidores”, afirmou o Presidente da Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros.

Em relação aos presentes preferidos dos consumidores, os itens de vestuário, com 29,67%, mais uma vez, lideraram as intenções. Em seguida, apareceram os eletrodomésticos e eletroeletrônicos (15,33%), perfumes (13,00%), calçados (8,33%) e bolsas (7,33%). Entre os entrevistados, 8,67% manifestaram intenção de presentear, mas ainda não haviam escolhido o presente.

A pesquisa também ouviu as mães para saber o que elas gostariam de ganhar de presente de seus filhos. Dentre os itens apontados, o de maior destaque foi vestuário (21,16%). Em segundo lugar apareceram os eletrodomésticos/eletroeletrônicos (19,05%), destes os smartphones foram os mais citados (47,22%), seguido por televisão com 13,89% das mães que optaram pelos eletrodomésticos ou eletroeletrônicos este ano. Em seguida aparecem perfumes/cosméticos (16,93%), bolsa (10,05%), calçados (8,99%) e joias/bijuterias (7,94%).

Os consumidores pretendem gastar, em média, R$ R$206,95 com o presente. Este valor representa uma redução de 9,39% do que o indicado no ano passado, quando a intenção do gasto médio com presentes foi de R$228,40. Os homens devem gastar mais com os presentes (R$223,34) do que as mulheres (R$195,93). A maior parte dos entrevistados (36,33%) deve comprar presentes com valores entre R$51,00 e R$100,00. Já os presentes com valores acima de R$800,00 foram citados apenas por 4,33% do total.

Quanto à forma de pagamento, a maior parte (51,00%) deseja pagar à vista. Destes, 92,81% pretendem utilizar o dinheiro em espécie. É importante salientar que a escolha dessa modalidade de pagamento está diretamente ligada ao grau de desconto oferecido pelos empresários. Já as compras a prazo foram citadas por 48,67% dos entrevistados. Entre estes, 99,32% optarão pelo cartão de crédito.

Sobre o local das compras, 60,00% dos entrevistados pretende adquirir os presentes nos shoppings centers, devido à diversidade de produtos, conforto e segurança que estes estabelecimentos oferecem. Em seguida, 44,33% citou que o local escolhido para as compras serão as lojas do Centro de João Pessoa. As compras pela internet foram citadas por 8,33%, resultado superior em 4,16p.p. ao registrado em 2015. Como se trata de intenção de compras, neste quesito, o entrevistado poderia citar mais de um local onde pretende adquirir seus presentes, por isso o somatório das respostas é superior a 100%.

Em relação à situação financeira em comparação ao ano passado, a maior parte (43,58%) informou que estava em situação pior, este ano, resultado 23,39p.p. superior ao do ano passado quando o número de respondente que se encontrava em situação financeira pior foi de 20,19%. Em seguida, aparecem com um percentual de 38,07% os informantes cuja situação financeira permanece semelhante a do ano passado. Os respondentes que afirmaram estar com situação financeira melhor aparecem com 18,15% do universo entrevistado.

É importante ressaltar que a sondagem reflete a intenção de compras. Portanto, para que o comércio apresente boas vendas é necessário que os empresários adotem medidas para atrair os consumidores, como: campanhas promocionais, melhores prazos de pagamentos, produtos diversificados, entre outras.

 MaisPB

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também