João Pessoa, 24 de fevereiro de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
BASTIDORES EM BRASÍLIA

Por ser contra CPMF, Lira declinou da liderança do governo

Comentários:
publicado em 24/02/2016 às 15h27
atualizado em 24/02/2016 às 13h34
A- A+
Senador Raimundo Lira

Agora está confirmado o que a imprensa nacional vinha especulando. O senador paraibano Raimundo Lira (PMDB) foi convidado e declinou a função de líder do governo no Senado, o que levou o Planalto convocar o petista Humberto Costa ao posto. Em contato com o Portal MaisPB na tarde desta quarta-feira (24), Lira confirmou a informação. “Não comentei o assunto antes por uma questão de ética”, justificou.

O que mais pesou na decisão do paraibano foi sua posição contra a volta da CPMF, tema que seria obrigado a defender caso tivesse aceitado o convite feito pessoalmente pelo ministro Ricardo Berzoini, em reunião de duas horas no Palácio do Planalto, há cerca de duas semanas.

Lira não recuou da postura contrária à CPMF, apesar dos apelos do líder interino José Pimentel (PT), a quem o paraibano comunicou sua decisão no começo da semana.

Raimundo também recebeu pressões da cúpula do PMDB no Senado a topar a missão. Pessoalmente, o presidente da Casa, Renan Calheiros, defendeu a articulação.

Empresário bem sucedido, Lira se diz contra, no geral, a aumento na carga tributária. “

Se o Brasil não resolver isso comprometeremos muito o futuro”, raciocina. Ele já havia feito discurso no Senado e dado entrevistas contra a CPMF.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!