João Pessoa, 13 de fevereiro de 2016 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
DIA D CONTRA O AEDES AEGYPTI

“Um mosquito não pode ser maior que um país”, diz ministro

Comentários:
publicado em 13/02/2016 às 18h29
atualizado em 13/02/2016 às 18h07
A- A+

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, participou neste sábado (13) do Dia de Mobilização Nacional de Combate ao Aedes aegypti, em João Pessoa (PB). Junto ao governador Ricardo Coutinho e ao prefeito Luciano Cartaxo, Alves esteve na Praça do Coqueiral, no bairro de Mangabeira, onde recebeu informações sobre o plano de ação para eliminar criadouros no Estado. Na praça, o ministro conversou com as crianças da Guarda Mirim, que o apresentaram algumas formas de combater o inseto.

“O governo federal está fazendo a sua parte nas ruas, mas precisamos que cada brasileiro se mobilize e faça sua parte dentro de casa. Um mosquito não pode ser maior que um país inteiro”, alertou Henrique Alves. O ministro ressaltou que, enquanto não houver uma vacina para o vírus Zika, a destruição dos criadouros é a única forma de prevenção da doença.

Na Paraíba, foram deslocados 1.500 homens, para ações pedagógicas e distribuição de material informativo. Segundo dados do Ministério da Saúde, 54 municípios do estado estão em situação de risco para surto de dengue, vírus Zika e chikungunya. A Paraíba é o segundo estado com maior número de casos registrados de microcefalia, com 756 notificações.

Para combater o mosquito, o Governo do Estado, em parceria com o Exército Brasileiro e as prefeituras, está realizando visitas para eliminar possíveis criadouros e focos do inseto. Até o momento, 79,11% do total de domicílios já foram visitados.

Além de João Pessoa, outros oito municípios paraibanos foram incluídos na ação de mobilização do governo federal no estado. São eles: Bayeux, Cajazeiras, Campinha Grande, Guarabira, Patos, Pombal, Rio Tinto e Serra Branca.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!