João Pessoa, 19 de setembro de 2015 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
OPINIÃO

Filha de Joelma diz que mãe não deve perdoar Chimbinha

Comentários:
publicado em 19/09/2015 às 13h39
atualizado em 19/09/2015 às 13h43

“Eu também fui traída e sei como é. Jamais perdoaria se estivesse no lugar dela”. É com esta frase que Natalia Sarraff, filha que Joelma teve antes do relacionamento com Chimbinha, resume o conturbado fim de relacionamento da mãe com o guitarrista da Calypso.

Embora ela diga que não tenha se envolvido nas brigas familiares, Natalia acredita que a confissão de uma traição em nível nacional dificulta a reconciliação.

— Não conversei com Chimbinha sobre isso e pouco toquei no assunto com a minha mãe. Prefiro me manter distante, mas a situação é pesada. Não tem volta.

Ficar afastada dos conflitos familiares é a maneira que Natalia encontra para manter o bom momento que vive tanto no âmbito pessoal, como profissional. A cantora, que durante a adolescência chegou a ficar sem falar com Joelma, explica que hoje superou essa fase e garante que a mãe se tornou uma grande amiga.

— Como Joelma passava muito tempo na estrada durante a minha infância, na adolescência eu me rebelei. Mas superei essa época e hoje compreendo melhor a carreira dela, que é parecida com a minha

Natalia explica que ainda enfrenta desconfiança dos fãs e contratantes por ser filha de uma artista famosa, mas que isso não impede o desenvolvimento do sonho de atingir a fama.

— Algumas pessoas pensam que quero pegar carona na fama da Joelma, mas isso não é verdade. Meu estilo não é parecido com o dela e levo uma carreira independente, sem nenhuma ajuda financeira familiar.

Natalia agora está em carreira solo. A cantora explica que desistiu da ideia de liderar um grupo após a tentativa fracassada de levar a Banda Sarraff ao sucesso.

— O início da carreira foi bem complicado e enfrentei todos os problemas normais deste tipo de profissão. Mas agora estou mais organizada.

A cantora já tem um disco em carreira solo. O segundo deve sair no início de outubro e foi gravado ao vivo em Belém, capital do Pará. Natália diz que o novo projeto será influenciado principalmente pelo arrocha romântico, a conhecida sofrência que catapultou o cantor Pablo ao estrelato.

— É um som com forte apelo no Norte e Nordeste e é o som que eu mais gosto de ouvir no momento.

Mas não vai ser desta vez que mãe e filha vão gravar juntas. Natalia acredita que a parceria pode até acontecer no futuro, mas que agora poderia parecer oportunismo.

— Já cogitamos isso, mas não acho que seja urgente e nem necessário por agora.

Para iniciar esta nova fase em carreira solo, Natalia resolveu repaginar o visual também. A ex-loira escureceu os cabelos e quase não aposta mais nos cachos da época da Banda Sarraff.

— Acordei um dia e resolvi que não queria mais ser loira. Fora que cabelo escuro dá menos trabalho também.

R7

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também