João Pessoa, 01 de junho de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
VEJA ATRAÇÕES

São João de Campina Grande começa nesta sexta

Comentários:
publicado em 01/06/2012 às 11h13

Aproximadamente 100 mil pessoas devem assistir nesta sexta-feira (1) a abertura do Maior São João do Mundo, no Parque do Povo, que este ano, homenageia o “Rei do Baião”, Luís Gonzaga. Um show pirotécnico com uma tonelada e meia de fogos saudará os forrozeiros.

A queima terá uma duração de 15 minutos e acontecerá a partir das 23h30, com o cantor Jairo Madruga, ao som da tradicional “Olha Pro Céu Meu Amor”. Durante a solenidade de abertura, 200 dançarinos dos grupos populares de Campina Grande, simularão uma invasão de cangaceiros no Parque do Povo, com apresentações de xaxado. Em seu discurso de abertura, o prefeito municipal Veneziano Vital fará uma homenagem ao ex-governador e poeta Ronaldo Cunha Lima.

Hoje, também sobem ao palco os cantores Flávio José, Capilé e o grupo Os 3 do Nordeste. O poeta Iponax Vila Nova completará a homenagem a Ronaldo Cunha Lima, com apresentação de poesia popular. Serão mais de 1800 horas de forró ao longo dos 31 dias. O secretário de desenvolvimento econômico do município, Gilson Lira, garantiu que o Parque do Povo estará pronto para receber os forrozeiros a partir das 18h.
 

Segundo ele, as irregularidades detectadas durante inspeção do Corpo de Bombeiros, realizada na última quarta-feira, foram todas sanadas. “O turista e o forrozeiro local não terão com o que se preocupar. O Parque do Povo estará completamente reformulado, com sistema de drenagem sem risco de atoleiros, uma nova bateria de banheiros e os outros totalmente reformados”, ratificou.

Os fogos de artifício serão acionados do Açude Velho, sendo monitorados pelo Corpo de Bombeiros. Eles serão colocados em duas balsas no meio do Açude e organizados para que estourem em uma sequência de cores, formatos e estilos. Além da abertura a queima de fogos também acontecerá no dia 23 de junho, véspera de São João, antecedendo o show da cantora Elba Ramalho, e no dia 1º de julho, durante o encerramento do evento.

Festa revive o “Cangaço” – De acordo com a Secretaria de Cultura de Campina Grande, a “Festa do Cangaço”, que fará parte da solenidade de abertura, é uma alusão aos rituais festivos que os cangaceiros realizavam durante o ciclo junino para comemorar o plantio e a colheita do milho, ao som da sanfona e de muito xaxado.

Os 200 dançarinos dos que simularão uma invasão no Parque do Povo, com shows de xaxado que acontecerão simultaneamente nas ilhas de forró e na Vila Nova da Rainha, e em seguida seguirão até o palco principal, ponto alto das apresentações onde farão a abertura oficial da festa, junto com as autoridades presentes.

Dança de origem pernambucana, o xaxado surgiu em meados da década de 20, e era geralmente executada só por homens, mas Lampião em seu bando permitiu a participação das mulheres. O ritmo foi popularizado nas composições de Luiz Gonzaga.

Números –Mais de 100 homens trabalharam na montagem da estrutura das barracas e cenografia do Parque do Povo. Este ano, serão 64 pavilhões, 106 barracas, 98 quiosques e mais de 300 vendedores ambulantes cadastrados. Fazendo referência aos 100 anos de Luiz Gonzaga, o evento contará com um palco duplo, no arraial Hilton Mota, um palco na Pirâmide, outro na Vila Nova da Rainha e um espaço reservado a apresentação de repentistas.

Mais de 160 quadrilhas deverão se apresentar no “Quartel do Forró”, pelo menos três vezes, cada uma. Completando o espetáculo do Maior São João do Mundo, aproximadamente 100 artistas e 145 trios de forró deverão se apresentar na festa.

Casa de Gonzagão – O secretário Gilson Lira lembrou que um dos destaques desta edição será Casa de Gonzagão, uma réplica de sua casa em sua cidade natal, Exú, no Pernambuco. Várias peças de seu museu estarão expostas. O espaço será inaugurado e aberto para visitação no dia 12 de junho.
 

Jornal Correio

Certificado digital mais barato para advogados e contadores Clique e saiba como adquirir

Leia Também