João Pessoa, 08 de julho de 2022 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Clara Velloso Borges é escritora, professora de literatura e mestranda em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais. E-mail: [email protected]

 

Desaparecidos

Comentários:
publicado em 08/07/2022 às 07h00
atualizado em 07/07/2022 às 17h52

A ossada do menino Leandro Bossi foi encontrada há poucos dias, mais de 30 anos após seu desaparecimento. O pai de Leandro morreu sem sossego, constantemente em busca da criança que sumiu nos anos 1990, em Guaratuba, cidade litorânea do Paraná. Na mesma época, o menino Evandro Ramos Caetano (foto) também desapareceu. O caso Evandro teve desdobramentos ainda mais trágicos, resultando na tortura de acusados cuja inocência foi provada recentemente.

O mérito por ter ressignificado essa história é do jornalista Ivan Mizanzuk. Por trás do podcast Projeto Humanos, Mizanzuk resgata histórias reais e as compartilha com sensibilidade. Comprometido com a verdade, dedicou uma temporada inteira ao caso Evandro, descobrindo fontes e provas inéditas, como gravações em fitas. Quem não possui intimidade com podcasts pode conhecer o trabalho no formato de série ou de livro, mas independentemente do formato, é necessário ter estômago. O caso Evandro possui injustiças violentas e ainda deixa perguntas sem respostas.

A devastação provocada pelo desaparecimento de um filho não escapa da literatura. Rafael Gallo, escritor que conquistou o prêmio SESC de literatura, entrega um romance bastante original com uma premissa similar. Em Rebentar, direciona os olhos para uma mãe cujo filho de 5 anos sumiu após um leve descuido em uma galeria de lojas. Assim como para os pais de Leandro Bossi, a vida da mãe em Rebentar é tomada por uma obsessão pela busca do filho. É um daqueles casos em que a realidade dói ainda mais do que a ficção.

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

“Trauma vive realidade diferente de quando era gerido por OS”, diz diretor

HORA H - 11/08/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas