João Pessoa, 08 de dezembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
além de R$ 10 milhões de indenização

MPF entra com ação contra apresentador Sikêra Jr por conteúdo homofóbico

Comentários:
publicado em 08/12/2021 às 16h27
atualizado em 08/12/2021 às 13h30
A- A+

O apresentador Sikêra Júnior, da RedeTV, voltou a ser alvo do Ministério Público. O MP Federal do Rio Grande do Sul, junto a entidades da comunidade LGBTQIA+, ingressou com uma ação civil pública contra o comunicador por conteúdo homofóbico.

A ação é por conta da edição do programa do dia 26 de novembro, apresentado por Sikêra Jr, onde ele teria zombada da bissexualidade do filho do novo Superman. No processo, o MPF pede uma indenização em R$ 10 milhões em danos morais coletivos.

Ainda segundo o MPF, o dinheiro arrecadado com a indenização será destinado a projetos que beneficiassem a comunidade LGBTQIA+.

Mais cedo neste ano, em julho, o apresentador foi alvo de outra ação do MPF. A ação cívil pública em pedia que o apresentador seja condenado a reparar “dano moral coletivo decorrente de discurso de ódio às mulheres”. A ação se refere a um episódio ocorrido em 5 de junho 2018, quando o âncora de programas policiais teria usado expressões racistas e misóginas para se referir a uma mulher negra, presa sob custódia do estado da Paraíba.

MaisPB com O Globo