João Pessoa, 03 de dezembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
eleições 2022

Bruno afasta aliança com Veneziano

Comentários:
publicado em 03/12/2021 às 18h11
atualizado em 03/12/2021 às 16h58
A- A+

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), afastou nesta sexta-feira (03) qualquer possibilidade de aliança com o senador e presidente  do MDB na Paraíba, Veneziano Vital. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, Bruno reafirmou que ficará no campo da oposição nas disputas das eleições para o governo do estado em 2022, mas descartou estar ao lado do emedebista.

“Não faz parte do meu campo de prioridades. Eu tenho uma relação respeitosa com aqueles com quem faço oposição, fui quatro anos líder da oposição. Eu não tenho interesse em apoiar e votar em Veneziano. Até porque, eu acredito numa coisa chamada coerência, embora a política não seja um campo tão fértil para esse tipo de semente. Mas é preciso ter coerência. Se nós fizemos uma retrospectiva desses últimos anos, nas eleições municipais, tivemos como oposição Veneziano ou alguém do grupo de Veneziano. Como que aquilo que não era o melhor para Campina de repente se torna o melhor para o estado? Tenho respeito por veneziano, Nilda Gondim, mas ele no campo político dele e eu no meu.”, disse o prefeito de Campina Grande.

Sem Romero Rodrigues, a oposição ainda busca uma candidatura forte para fazer frente a João Azevêdo (Cidadania) na disputa ao governo do estado. Nomes como o do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) e do senador Veneziano Vital (MDB) têm sido ventilados.

“Essa coerência ao meu ver impede uma grande união envolvendo Walber, Bruno, Pedro… A classe política no país é muito descredibilizada no país justamente por essa falta de coerência. Quem vive de oportunidade, não tem futuro.”, completou.

MaisPB