João Pessoa, 18 de novembro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora

Administrador, pós-graduado em Planejamento Operativo. Ocupou por três mandatos o cargo de membro do CRA-PB e de diretor do Conselho Federal de Administração. Diretor Institucional do SINTUR-JP de 1993 a 2016. Consultor em Administração e atual presidente da Academia Paraibana de Ciência da Administração. E-mail: admmariotourinho@gmail.com

“A Voz de Ouro ABC” 1960: Clara Nunes em MG; Salete Léllis na PB!

Comentários:
publicado em 18/11/2021 às 19h33
A- A+

​Lá em torno dos anos 60 “A Voz de Ouro ABC” era – como que comparando – uma espécie do “The Voice Brasil” dos tempos de hoje! Mas, claro, a força da comunicação (lá em 1960) estava no Rádio. A Televisão era incipiente, vez que sua inauguração dera-se apenas dez anos antes (1950). O Rádio, não! Este sistema, o do Rádio, nascido aqui no Brasil em começo dos anos 1920, já estava “no ar” há cerca de 40 anos naquele concurso “A Voz de Ouro ABC” de 1960! E por óbvio o grande canal de transmissão deste concurso era/foi o Rádio.

Esse “A Voz de Ouro ABC” tinha a fase regional (estadual) e a fase nacional, nesta obviamente reunindo os vencedores estaduais. Pretendo reportar-me a esta fase regional, aqui na Paraíba, porquanto a vencedora desse concurso, em 1960, foi Salete Léllis que está completando 80 anos de idade no 21 de novembro corrente, continuando distribuindo seu bonito sorriso e ainda – como ela assim prefere dizer – “cantarolando”!

​Para esclarecer aos mais jovens o quanto da importância e do prestígio de “A Voz de Ouro ABC” no âmbito do mundo artístico brasileiro, em 1960 a vencedora da fase regional em Minas Gerais foi a inesquecível cantora Clara Nunes (que também gravou “Feira de Mangaio” do paraibano Sivuca) e compôs, dentre outras belas canções, “O mar serenou”! Clara Nunes, como se sabe, inesperadamente, teve problemas de saúde (reação alérgica) após uma cirurgia de varizes, falecendo em 1983.

​Pois, bem! Recentemente me encontrei pessoalmente com a vencedora do certame “A Voz de Ouro ABC” de 1960 – fase regional da Paraíba, que, como já dito, corresponde a esta ainda jovem de 80 anos, Salete Léllis!… Esse encontro aconteceu na solenidade promovida pela APCA (Academia Paraibana de Ciência da Administração) para o lançamento do livro “Administração Aplicada à Arquivologia” da autoria de seu filho, Jimmy Léllís, em conjunto com a professora Ana Carla de Queiroz. Nesse encontro, em breve bate-papo, surgiu referências aos programas de auditório que “lá naqueles tempos” realizavam-se na Rádio Tabajara, então instalada na avenida Rodrigues de Aquino – centro de João Pessoa. Eu, então jovem bem jovem de uns 15 anos, era “macaco de auditório”. E aí foi lembrado o concurso “A Voz de Ouro ABC”, eu, bem ali, frente a frente, com a campeã paraibana de 1960!
​Parabéns Salete Léllis por seu aniversário de 80 anos bem vividos e de irradiação de alegrias aos que lhe cercam! Parabéns também pela felicidade proporcionada aos paraibanos naquele “A Voz de Ouro ABC” de 1960, interpretando Dalva de Oliveira e Altemar Dutra!
​Mais e mais “parabéns”!

* Os textos dos colunistas e blogueiros não refletem, necessariamente, a opinião do Portal MaisPB

MaisTV

Hora H: no cardápio das alianças de 2022, a salada das incoerências

EDITORIAL - 28/01/2022

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas