João Pessoa, 13 de outubro de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
LUTO

Morre em Recife criador do departamento de música da UFPB

Comentários:
publicado em 13/10/2021 às 17h56
atualizado em 13/10/2021 às 16h02
A- A+

O maestro Rafael Garcia, de 77 anos, faleceu, nesta terça-feira (12), em Recife. Ele estava internado há três semanas no Real Hospital Português, onde se tratava de um câncer no fígado. Nascido no Chile e radicado no Brasil, o maestro que tinha  décadas dedicadas à música clássica nordestina e pernambucana foi um dos criadores do departamento de música da UFPB, junto com sua esposa, a pianista Ana Lúcia.

Com 54 anos de casamento,  os dois tiveram seis filhos – Rafael, Leonardo, Marcelo, Grácio, Ana e Ricardo – e 12 netos.

O casal criou também a Orquestra Filarmônica Norte/Nordeste, que reunia músicos de Salvador a Belém, e o VIRTUOSI, maior e mais perene festival de música de câmara, com 23 edições realizadas no Recife, Gravatá, Garanhuns e outras cidades do Brasil, além de turnês internacionais passando por aclamadas salas do Chile, Argentina e Uruguai.

Aos que desejarem prestar as últimas homenagens, o velório será feito, quinta-feira, 14/10, a partir das 16 horas, na capela central do Cemitério de Santo Amaro, Recife/PE. O seu sepultamento será no mesmo cemitério, na sexta-feira, 15/10, às 11 horas da manhã.

Além de ter regido diversas orquestras internacionais, Rafael trabalhou ao lado de Ariano Suassuna e Cussy de Almeida, na formação da Orquestra Armorial. Em 2005, recebeu o justo título de cidadão pernambucano.

MaisPB

MaisTV

Prioridade é eleger Aguinaldo para o Senado, diz Ciro Nogueira

VÍDEO - 20/10/2021

Opinião

Paraíba

Brasil

Fama

mais lidas