João Pessoa, 02 de outubro de 2012 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
Sousa

Juíza suspende programação da rádio Líder FM por privilegiar André

Comentários:
publicado em 02/10/2012 às 22h03
A- A+

A juíza da 63ª Zona Eleitoral de Sousa, Ieda Dantas, determinou na noite desta terça-feira (02) a suspensão de toda a programação da Rádio Líder FM, localizada em Sousa. A representação eleitoral aconteceu devido à constatação de que a emissora dedicou mais de 50% do tempo de diversos programas da grade beneficiando o candidato a prefeito André Gadelha (PMDB), em detrimento dos outros candidatos. A além da suspensão da programação, haverá aplicação de multa para os proprietários da rádio.

De acordo com o jurídico da campanha do candidato a prefeito, Lindolfo Pires (DEM), o tratamento privilegiado foi claro e ilegal. Após o debate promovido pela Rede Paraíba de Comunicação, mediado pelo radialista Gutemberg Cardoso, a rádio Líder FM teria feito uma avaliação do debate dedicando mais de 50% do tempo do programa, em favor de André Gadelha.

“O resumo do debate durou cerca de 11 minutos sendo que desses, seis foram dedicados às colocações do candidato André Gadelha, os outros quatro minutos foram divididos entre os outros candidatos”, afirma Washington Rocha, membro do jurídico da campanha de Lindolfo Pires.

Além do privilégio dedicado a André Gadelha, no mesmo dia da avaliação do debate, a Líder FM divulgou o resultado de uma enquete realizada por uma empresa, cujo nome não foi divulgado, que dava 50% de aprovação do debate para André Gadelha e apenas 1% para Lindolfo Pires.

Assessoria de imprensa

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!