João Pessoa, 06 de abril de 2021 | --ºC / --ºC Dólar - Euro

ÚltimaHora
perigo da automedicação

‘Kit Covid’ provocou nove mortes; Anvisa faz alerta

Comentários:
publicado em 06/04/2021 às 09h48
atualizado em 06/04/2021 às 09h45
A- A+
Foto: Reuteres

O uso do “kit Covid” provocou ao menos nove mortes no país, segundo informações do Painel de Notificações de Farmacovigilância mantido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), divulgadas pelo O Globo. O uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus seria o responsável pelos óbitos.

As notificações por efeitos adversos da cloroquina aumentou 558%, passando de 139 em 2019 para 916 em 2020, muito superior ao uso de outros remédios. A maioria dos casos notificados (96%) é do Amazonas e os principais efeitos notificados são distúrbios dos sistemas nervoso, gastrointestinal, psiquiátrico e cardíaco, detalha o painel.

Automedicação – Nesta terça-feira, a Anvisa alertou sobre os problemas da automedicação, especialmente nesse momento de pandemia, que tem preocupado autoridades sanitárias em todo o mundo. “É preciso que as pessoas se conscientizem dos riscos reais dessa prática, que pode causar reações graves, inclusive óbitos”, destacou a Agência, após a divulgação dos dados.

Ainda segundo a Anvisa, essa avaliação é feita a partir de critérios técnico-científicos, de acordo com o paciente e o conhecimento da doença: “Todo medicamento apresenta riscos relacionados ao seu consumo, que deve ser baseado na relação benefício-risco. Ou seja, os benefícios para o paciente devem superar os riscos associados ao uso do produto”.

Para se ter uma ideia da dimensão e da gravidade do problema, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 50% de todos os medicamentos são prescritos, dispensados ou vendidos de forma inadequada. Além disso, metade de todos os pacientes não faz uso dos medicamentos corretamente.

MaisPB

error: Alerta: Conteúdo Protegido !!